O ano de 2012 começou bem no Enchanté

O réveillon Enchanté no Cabanga Iate Clube - Fotos: Nando Chiappetta/DP/D.A Press

O Réveillon Enchanté brindou a chegada de 2012 em ritmo misturado numa receita de sucesso: axé, sertanejo, e-music e animação de público indiscutível. Para cada gosto, uma batida diferente. E o mesmo se aplicava aos drinks, que eram servidos para agradar a gregos e troianos, do champanhe aos coquetéis tropicais que combinavam vodka com maçã e gengibre. A mulherada circulava com looks antenados nas tendências mais atuais da moda, e muitas garotas desfilaram os saiões e vestidos compridos com tecidos leves e de cores marcantes ou estampas criativas. É claro que os paetês não ficaram de lado, fazendo que o prateado e o dourado tomassem para si a missão de brilhar durante a festa, refletindo o jogo de luzes que ia dos globos mais tradicionais às luminárias avermelhadas. Nas mesas, arranjos florais de espécies tropicais combinavam com o ambiente numa elogiada decoração assinada por Silvio e Fabiano Reis.

As luminárias vermelhas davam um reflexo agradável ao ambiente

Os arranjos sobre as mesas combinavam com a iluminação

Bastante comentado, um dos grandes destaques da noite da virada foi o serviço de buffet, assinado pelo Arcádia, e conduzido com maestria durante todo o evento. Amanhecia o primeiro dia do ano quando alguns convidados ainda seguiam para repetir o jantar, servido por volta da 1h, e encontravam as mesas repletas e bem servidas, todas organizadas e sem tumulto ao redor. Os frios foram sendo repostos ao longo de toda a madrugada e ninguém pode dizer que voltou para casa insatisfeito. Um verdadeiro derrame de bebidas também chamava a atenção no serviço de open bar oferecido em pontos estratégicos do clube. As doses de vodka ou whisky não eram regradas com pudor, mas sim postas à disposição da vontade de quem as pedisse. Copos cheios para lá, copos cheios para cá, o Enchanté não cometeu pecados no que diz respeito à fartura de comida e bebida oferecidas ao seu público.

 

O buffet e open bar da festa eram dignos do tapete vermelho estendido logo na entrada

A contagem regressiva foi comandada pela banda Jammil e teve o acompanhamento de uma queima de fogos particular, que se somava à vista dos fogos sendo queimados na praia de Boa Viagem. Para quem não curtia o axé dos meninos do Jammil, o sertanejo de Jorge & Mateus ou os embalos de Só Na Marosidade e da Banda Leva, havia um lugar à parte: o lounge Unique. Este, vale lembrar, teve seus ingressos diferenciados esgotados de imediato. Por lá, um réveillon à parte. Os baladeiros e fãs da música eletrônica contavam com estrutura própria, que fez com que a maioria dos amantes de e-music sequer tivesse a necessidade de deixar o espaço para ir ao banheiro ou conseguir uma bebida. Os espaços estavam bem delimitados e além do lounge Unique contavam com a área das mesas e uma grande pista diante do palco. Confira alguns cliques de quem circulou pelo Enchanté:

 

Dedeka Galvão e Rafael Accioly - Foto: Nando Chiappetta/DP/DA Press

Katharina e André Berardo, Rodrigo Novaes e Marina, Paula e Tiago Andrade - Foto: Nando Chiappetta/DP/D.A Press

Ana Luiza Wanderley, Rita Machado, Thiago Vilas Boas e Mariana Machado - Foto: Nando Chiappetta/DP/DA Press

 

Author: admin

Share This Post On