Marcelo Adnet abre o jogo na Playboy

Marcelo Adnet/Reprodução

O humorista e apresentador do “Comédia MTV” Marcelo Adnet se mostra um cara que “se leva muito a sério” em entrevista para a edição de janeiro da Playboy. Aos 30 anos, Adnet revela que descobriu a veia artística quando foi apresentado ao Teatro Tablado, pelo humorista Fernando Caruso – até então ele achava que seria engenheiro.

 Apesar de morar oficialmente em São Paulo com a esposa Dani Calabresa, a editora da Playboy, Adriana Negreiros, viajou para o Rio de Janeiro para entrevistar o humorista que está divulgando o filme “As Aventuras de Agamenon, o Repórter”, em que atua.

 Ao falar sobre sexo, Adnet revela que sua primeira vez foi aos 17 anos e que não concebe a idéia de troca de casais, Sou careta. Não concebo troca de casais. Vou entregar minha mulher para um cara transar com ela na minha frente e achar maneiro?!? ‘Olha que máximo minha mulher com outro! Wow, que barato!’ Não!”.

 Quando o assunto é Dani Calabresa algumas questões foram abordadas, entre elas, a ideia de um ensaio sensual dela para a Playboy. O ator assume “com certeza eu sentiria ciúme. É sua mulher escancarada lindamente. Mas não proibiria”.

 Sobre o polêmico caso envolvendo Rafinha Bastos, Adnet como humorista foi questionado sobre sua posição, e a resposta foi direta: “Eu me posicionei no sofá…” E quando fala dos programas humorísticos ele aponta suas preferências: “Como elitista de sofá o CQC me agrada mais. Mas eu rio mais vendo o Pânico. Eles são muito bons na arte do absurdo e do horroroso. É muito engraçado”.

Author: admin

Share This Post On