Um superintendente desaparecido

Paulo Fontana/Reprodução

O ministro Fernando Bezerra Coelho, depois de confirmar a saída do diretor-geral do Dnocs, Elias Fernandes Neto, envolvido em desvios de R$ 312 milhões, revelou que vai mudar todas as diretorias Dnocs, Codevasf e  Sudene. A Sudene tem há dois anos como superintendente o Sr. Paulo Fontana. Ele simplesmente não aparece, nem ao menos se deu ao trabalho de se mudar para o Recife, continua morando na Bahia, indo e vindo todas as semanas. Desde o começo do ano passado, a presidente Dilma vinha anunciando um novo superintendente, mas nada.

Author: admin

Share This Post On