Governador abre a Fenearte 2013

Crédito: Arthur de Souza / DP / D.A Press

Crédito: Arthur de Souza / DP / D.A Press

O governador Eduardo Campos deu o start na 14ª edição da Fenearte, na tarde de hoje, no Centro de Convenções. Sempre ao lado da primeira-dama Renata Campos, o político conferiu alguns estandes da feira, que segue até o dia 14 deste mês, acompanhado de secretários e comitiva.

“Estou muito emocionado de abrir a maior feira de artesanato brasileira. Quero saudar as donas do tema desta edição, as mulheres rendeiras, que passam a bela arte de geração para geração”, enfatizou. Eduardo aproveitou, ainda, para parabenizar sua mulher que sempre checa de perto todos os detalhes da Fenearte.”Não é fácil fazer este belo espetáculo tomar forma, até meus filhos sentem a tensão em casa”, completou.

O governador Eduardo Campos Crédito: Arthur de Souza / DP / D.A Press

O governador Eduardo Campos Crédito: Arthur de Souza / DP / D.A Press

À imprensa, ele não pôde deixar de comentar sobre a greve dos rodoviários. “Esta greve é ilegal e da competência da Justiça do Trabalho. Cabe a ela resolver a questão com as empresas. Não vou entrar na briga sindical, mas vou lutar pelo direito do povo, pois estou aqui para isso”, falou.

Renata e Eduardo Campos, Guilherme Domingos e Cristina Melo Crédito: Arthur de Souza / DP / D.A Press

Renata e Eduardo Campos, Guilherme Domingos e Cristina Melo Crédito: Arthur de Souza / DP / D.A Press

O ministro da Secretaria da Micro e Pequena Empresa, Guilherme Afif Domingos, veio especialmente para a ocasião e aproveitou para saudar o governador e todos que fazem o evento acontecer. “Parabéns aos artesãos pelos trabalhos desenvolvidos em prol do artesanato do Brasil. Afinal de contas,  vocês são o primeiro degrau do empreendedor”, disse.

Cristina e Geraldo Julio Crédito: Arthur de Souza / DP / D.A Press

Cristina e Geraldo Julio Crédito: Arthur de Souza / DP / D.A Press

O prefeito do Recife, Geraldo Julio, circulou pelo Cecon ao lado da mulher, Cristina Melo. Também passaram por lá, o prefeito de Olinda, Renildo Calheiros, o vice-prefeito do Recife, Luciano Siqueira, a secretária de Cultura, Lêda Alves, o prefeito de Pesqueira, Evandro Chacon, entre outros.

As primeiras-damas Cristina Melo e Renata Campos Crédito: Arthur de Souza / DP / D.A Press

As primeiras-damas Cristina Melo e Renata Campos Crédito: Laís Siqueira/ DP / D.A Press

Geraldo conversa com Lêda Alves As primeiras-damas Cristina Melo e Renata Campos Crédito: Laís Siqueira/ DP / D.A Press

Geraldo conversa com Lêda Alves Crédito: Laís Siqueira/ DP / D.A Press

Este ano, a feira conta com 5 mil expositores distribuídos em 800 estandes. Além de espaços diferenciados, como o de peças recicladas e uma mostra que reúne oito tipos de renda: macramê (Itália), labirinto (Nordeste brasileiro), singeleza (árabe), irlandesa (Brasil), bilro (Bélgica), tenerife (Paraguai), firvolitê (Itália) e renascença (Itália).

Desta vez, 10 países expõem pela primeira vez no local: Azerbaijão, Bahrein, Butão, Colômbia, Holanda, Iraque, Irã, Panamá, Myanmar e Suriname.

 Crédito: Arthur de Souza / DP / D.A Press

Crédito: Arthur de Souza / DP / D.A Press

Galeria de reciclados  Crédito: Arthur de Souza / DP / D.A Press

Galeria de reciclados Crédito: Arthur de Souza / DP / D.A Press

Author: admin

Share This Post On