Nova vergonha do Senado

Senado/Ag. Senado/Divulgação

Senado/Ag. Senado/Divulgação

A exemplo do presidente Renan Calheiros, o plenário do Senado rejeitou ontem um proposta moralizadora, a que reduzia para um o número de suplentes que cada senador tinha direito e impedia a eleição de familiares dos titulares da vaga. Eram necessários 49 favoráveis para que o projeto fosse aprovado, mas apenas 46 votaram a favor. Claro que todos os suplentes votaram contra. Os três senadores pernambucanos votaram a favor da moralizadora proposta. Pelo visto, se depender do Congresso, a reforma política não vai sair do papel. Os suplentes de senador são eleitos sem a necessidade de um só voto.

 

Author: admin

Share This Post On