Maria Lectícia: a nova imortal da APL toma posse

Academia Pernambucana de Letras Crédito:Nando Chiappetta/DP/D.A Press

Academia Pernambucana de Letras Crédito:Nando Chiappetta/DP/D.A Press

A Academia Pernambucana de Letras (APL) tem uma nova imortal: a pesquisadora e escritora Maria Lectícia Calvacanti, que tomou posse na noite desta quinta-feira, na sede da instituição, no bairro da Jaqueira. Ela assumiu a cadeira de número 23, que já pertenceu ao poeta César Lira e Gilberto Freyre, grande ídolo de Maria Lectícia, que é uma estudiosa da obra do sociólogo.

Maria Lectícia e o marido, José Paulo Cavalcanti. Crédito:Nando Chiappetta/DP/D.A Press

Maria Lectícia e o marido, José Paulo Cavalcanti. Crédito:Nando Chiappetta/DP/D.A Press

Especialista em gastronomia, Maria Lectícia discursou sobre as origens da culinária pernambucana e como as influências indígenas, portuguesas e africanas influenciaram no preparo dos alimentos. Ela também aproveitou a ocasião para destacar a importância dos outros cinco homens que já ocuparam a cadeira. “Todos eles são exemplos, sobretudo no que pensaram e escreveram. Somos todos mortais. Alguns morrem logo que morrem, outros vivem um pouco na memória dos que o viram e amaram e outros ficam na memória da nação que os teve”, disse. No dia 28 de agosto, a pernambucana foi eleita imortal com 37 votos dos 38 votos possíveis.

Maria Lectícia discursa Crédito:Nando Chiappetta/DP/D.A Press

Maria Lectícia discursa Crédito:Nando Chiappetta/DP/D.A Press

Crédito:Nando Chiappetta/DP/D.A Press

Crédito:Nando Chiappetta/DP/D.A Press

A saudação à nova acadêmica da APL foi feita pelo poeta, jornalista e amigo pessoal, Marcos Vilaça. “A presença de Maria Lectícia serve para confirmar a trajetória da APL e honrar o seu quadro de sócios com a qualidade da sua inteligência”, falou. Em seguida, Marcos rasgou elogios ao livro “Gilberto Freyre e as aventuras do paladar”, lançado por Maria Lectícia neste ano.

Crédito:Nando Chiappetta/DP/D.A Press

Crédito:Nando Chiappetta/DP/D.A Press

Crédito:Nando Chiappetta/DP/D.A Press

Maria Lectícia recebe o colar da APL de Armando Monteiro FIlho Crédito:Nando Chiappetta/DP/D.A Press

O auditório da APL estava repleto de figuras conhecidas da sociedade, como Roberto Magalhães, Eudes Souza Leão, Fausto Freitas, Gentil Porto, Madalena Arraes, Joaquim Francisco, Ricardo Brennand, Taciana Mendonça, Margarida Cantarelli, Terezinha Nunes e Carlos Augusto Lyra. Depois da cerimônia, os convidados cumprimentaram Maria Lectícia ao som da Orquestra Bravo.

Marcos Vilaça e Fátima Quintas Crédito:Nando Chiappetta/DP/D.A Press

Marcos Vilaça e a presidente da APL, Fátima Quincas Crédito:Nando Chiappetta/DP/D.A Press

José Mario Rodrigues,Magdalena Arraes e Gladstone Vieira Crédito:Nando Chiappetta/DP/D.A Press

José Mario Rodrigues,Magdalena Arraes e Gladstone Vieira Crédito:Nando Chiappetta/DP/D.A Press

Armando Monteiro Filho e Do Carmo Crédito:Nando Chiappetta/DP/D.A Press

Armando Monteiro Filho e Do Carmo Crédito:Nando Chiappetta/DP/D.A Press

Siema, Carlos Augusto Lira e maria Amelia Levourien Crédito:Nando Chiappetta/DP/D.A Press

Siema, Carlos Augusto Lira e maria Amelia Levourien Crédito:Nando Chiappetta/DP/D.A Press

Leonardo Rabelo e Marcos Vilaça Crédito:Nando Chiappetta/DP/D.A Press

Leonardo Rabelo e Marcos Vilaça Crédito:Nando Chiappetta/DP/D.A Press

João José Targino Crédito:Nando Chiappetta/DP/D.A Press

João José Targino Crédito:Nando Chiappetta/DP/D.A Press

Author: admin

Share This Post On