Princesa do Japão desiste do Recife

Por Tércio Amaral
Da editoria de Política do Diario de Pernambuco

Crédito: International Press

Princesa Takamado – Crédito: International Press

A Copa do Mundo no Recife perdeu o brilho da realeza. A princesa do Japão Takamado não deverá assistir ao jogo da seleção de futebol do seu país contra a Costa do Marfim, neste sábado (14). A agenda foi cancelada por conta da morte de um membro da família imperial japonesa, o príncipe Yoshihito, falecido no último final de semana. Os funerais devem perdurar até o dia 17 deste mês, impossibilitando a viagem real à capital pernambucana.

Além do jogo na Arena da Copa, a princesa Takamado iria visitar a concentração da seleção japonesa na cidade de Itú, em São Paulo. A única agenda da princesa no Brasil neste mundial poderá acontecer na cidade de Natal, no Rio Grande do Norte, para acompanhar outro jogo da seleção nipônica. A presença ainda não foi confirmada. No estado vizinho, a princesa não terá agenda pública. Se houver um encontro com alguma autoridade, como a governadora Rosalba Ciarline (DEM), será no estádio para um cumprimento cordial.

A princesa Takamado é princesa por casamento. Ou seja, se casou com um príncipe do Japão, o príncipe Takamado, falecido em 2002, com quem teve três filhos. Apesar de ter realizado seus estudos na Inglaterra e na França, não há registro de sua ligação com membros de família reais na Europa. Alguns membros da família imperial brasileira, descendentes do imperador d. Pedro II, mantém relações cordiais com os príncipes nipônicos. Um dos últimos encontros público dos príncipes brasileiros com os japoneses foi no casamento do príncipe Alberto de Mônaco com a modelo Charlene Wittstock, em 2011.

Author: Thayse Boldrini

Share This Post On