Aplicativos de paquera disparam no Brasil durante a Copa

selo de olho na copa

De acordo com um levantamento do site Quartz, o uso de aplicativos de paquera como o Tinder disparou no Brasil durante a Copa do Mundo. Este, inclusive, teve um aumento de 50% neste período de chegada dos estrangeiros em terras tupiniquins. Com um simples toque no aplicativo, é possível escolher o perfil do pretendente através da foto que mais lhe interessar na rede, e mais, tem recurso que consegue mostrar até a distância que a pessoa está do usuário.

Crédito: Reprodução do Tinder

Crédito: Reprodução do Tinder

Caso o desejo de conversar seja mútuo, os dois começam a bater papo pelo chat do aplicativo. De acordo com Rosete Pambakan, porta-voz do Tinder, o usuário médio deste app costuma gastar mais de uma hora navegando, aproximadamente 77 minutos, e por dia, o app promove 10 milhões desses encontros virtuais. O Brasil é o terceiro maior mercado do aplicativo, ficando atrás apenas dos EUA e o Reino Unido.

Crédito: Reprodução do Tinder

Crédito: Reprodução do Tinder

E não é só o Tinder que tem sido um dos mais procurados, o Grindr, voltado para homossexuais e bissexuais, também tem feito o maior sucesso. De acordo com estudo, o tempo gasto em cada sessão neste app subiu em 26% e 31% o número de vezes que os usuários abriram o Grindr.

Author: Thayse Boldrini

Share This Post On