“Sem a música, eu não viveria”, afirma Elza Soares

A cantora e compositora Elza Soares, dona de uma voz que causa inveja e de uma história e uma personalidade marcantes, arranjou um tempinho na sua agenda para conversar com o Blog João Alberto. Ela será a convidada especial do cantor Otto na última edição do seu projeto Pra quem tá quente, que acontece neste sábado, no Catamaran. O blog conversou sobre carreira, história e apresentações futuras com a cantora. Confira as respostas de Elza:

Elza Soares - Crédito: Annaclarice Almeida/DP/D.A Press

Elza Soares – Crédito: Annaclarice Almeida/DP/D.A Press

1-Elza, é verdade que você tem uma corda vocal torta? 

É verdade sim! Minha corda vocal é torta que nem a perna do Garrincha. Dizem que para as coisas darem certo na vida tem que ter alguma coisa torta, no meu caso é a corda vocal.

2- No ano passado você colocou oito pinos nas costas, como está sua recuperação? Alguma coisa mudou drasticamente na sua rotina? E os shows, você precisou diminuir a frequência deles?

A recuperação está acontecendo aos poucos, agora eu estou fazendo massagem, fisioterapia e tudo mais que é preciso. É complicado saber quando vou estar 100% boa, o meu corpo precisa se acostumar com esses pinos dentro dele, mas está tudo correndo bem. A quantidade de shows não mudou não, continuo a mesma, a única diferença é que agora eu não posso sambar nem usar os meus saltos, preciso fazer toda a apresentação sentada. Mas olhe eu fico dançando na cadeira, viu?

3- E o que você mais tem saudade de fazer?

Usar meus saltos 15 cm. Eles estão guardados no armário só olhando pra mim. Logo mais vão ser usados de novo, tenho certeza.

Elza está tendo que se apresentar sentada, devido aos oito pinos que foram colocados nas suas costas. Crédito: Eduardo Aigner/ Divulgação

Elza está tendo que se apresentar sentada, devido aos oito pinos que foram colocados nas suas costas.
Crédito: Eduardo Aigner/ Divulgação

4-Existe alguma música que marcou sua vida? Alguma que não pode faltar nos seus shows?

Olhe, é difícil escolher apenas uma música que marcou minha vida ou que não pode faltar numa apresentação. Acho que Se Acaso Você Chegasse é de fato muito marcante por ter sido a música que me lançou, que fez com que minha vida mudasse totalmente. Outra que não pode faltar é Espumas ao vento, depois do filme Lisbela e o Prisioneiro ela se tornou um grande sucesso. Uma das músicas mais recentes que mexe muito comigo é Carne, ela também não pode faltar.

5- O que a música representa pra você?Já pensou em encerrar sua carreira?

De forma alguma! Não consigo me imaginar sem a música na minha vida. Ela representa tudo para mim. Ela é vida, a saúde e a minha alma! Sem a música, eu não viveria.

6- Além do samba, que tipo de música te atrai?

Eu gosto de música, qualquer tipo de música consegue mexer comigo. Dai do Nordeste eu gosto de Baião, Xaxado e Forró. Eu adoro música romântica, eletrônica, Jazz e  Blues. Ah eu amo o blues, sou apaixonada pelo Chet Baker!

Crédito: André Morais/ Divulgação

Crédito: André Morais/ Divulgação

7-  O que você achou do documentário My Name is Now? Ele trata muito os seus dias atuais, por que isso? Ele foi bem aceito pelo público?

O documentário é maravilhoso, eu adorei. Não queria falar de coisas antigas, não queria sair falando da fome, do sofrimento, queria mostrar a Elza de hoje para as pessoas. Queria falar da força que Deus me deu, falar de poder. Ele foi muito bem aceito pelo público, graças a Deus, e agora estamos indo para o México, para participar do festival de cinema de Guadalajara.

8- Muitas pessoas falam que você é a rainha dos gays. Você gosta desse título? Como é sua relação com esse público?

Eu me considero completamente! Eu amo este título e vou ficar muito triste se algum dia me tirarem. Eu gosto muito desse público, eles admiram meu trabalho e fazem com que eu tenha muito prazer em fazer minhas apresentações. São pessoas incríveis.

9- O que o público pode esperar da sua apresentação com Otto?

Olhe, eu ainda não sei o que vai acontecer não! O Otto é um querido e o que ele quiser que eu faça no show, eu vou fazer! Ele é um amor, e só tenho carinho por ele, tenho certeza que nossa parceria vai ser incrível. Acho que existe a possibilidade de cantar alguma música sozinha, mas não posso confirmar.

10- Quando vai ser o seu retorno para Recife?

Eu estou com shows marcados na Caixa Cultural dai. As apresentações ainda não estão com a data 100% certa, mas está previsto para ser nos dias 27,28,29 e 30 de março. Vou levar meu novo show, onde me apresento junto com dois DJs. É uma apresentação superlegal, tenho certeza que o público vai gostar.

 

 

Author: Taís Machado

Share This Post On