Presidente da Fiat Chrysler da América Latina, Cledorvino Belini, recebe título de cidadão pernambucano

Aluísio Lessa, Cledorvino Belini e Guilherme Uchôa - Crédito: Nando Chiappetta/DP/D.A Press

Aluísio Lessa, Cledorvino Belini e Guilherme Uchôa – Crédito: Nando Chiappetta/DP/D.A Press

Nascido em São Paulo, radicado em Minas Gerais, primeiro brasileiro a dirigir o grupo Fiat Chrysler Automobiles (FCA) para a América Latina, e agora cidadão pernambucano. Cledorvino Belini recebeu o título em solenidade na noite desta terça-feira, por proposta do deputado Aluisio Lessa, na Assembleia Legislativa de Pernambuco. Ele foi um dos principais responsáveis pela implantação da fábrica da montadora em Goiana, maior investimento do grupo Fiat Chrysler no mundo, que será inaugurada no dia 28 de abril, sendo esperados para a solenidade Dilma Rousseff e Lula.

Crédito: Nando Chiappetta/DP/D.A Press

Crédito: Nando Chiappetta/DP/D.A Press

Angelo Maria Biccire, ( Cônsul da Italia), Barata Franco e Gerardo Bovone - Crédito: Nando Chiappetta/DP/D.A Press

Angelo Maria Biccire, ( Cônsul da Italia), Barata Franco e Gerardo Bovone – Crédito: Nando Chiappetta/DP/D.A Press

Entre empregos diretos e indiretos a fábrica instalada em Goiana, na Zona da Mata Norte, vai gerar mais de 47,5 mil desde a fase de implantação até o pico da produção. Detalhe, 80% desse montante devem ser vagas ocupadas por pernambucanos. “Esta é uma data muito especial para Pernambuco. Concedemos o título de cidadão pernambucano ao empresário que trouxe para o Nordeste a primeira empresa automobilística. A planta de Goiana é considerada a mais moderna do grupo em todo mundo. A unidade pernambucana já iniciou a produção do Jeep e inicialmente será o único veículo produzido. “, ressaltou o deputado Guilherme Uchôa, que presidia a mesa.

Cledorvino Belini e Aluísio Lessa - Crédito: Nando Chiappetta/DP/D.A Press

Cledorvino Belini e Aluísio Lessa – Crédito: Nando Chiappetta/DP/D.A Press

Em seu discurso de agradecimento, após receber o título, um caboclo de lança produzido por um artesão de Tracunhaém e catálogo de peças da Casa Joaquim Nabuco, Belini destacou a história de Pernambuco e seu desenvolvimento econômico. “Hoje, os eixos de desenvolvimento econômico e social são múltiplos e recolocam Pernambuco em evidência. O estado vive um processo florescente de reindustrialização. Não se trata de uma obra do acaso, mas resultado de um planejamento meticulosamente elaborado e executado”, disse. Estavam presentes a Embaixadora da Eslovênia no Brasil, Milena Smith, o prefeito de Goiana, Fred Gadêlha, o secretário de desenvolvimento econômico de Pernambuco, Thiago Norões, representando o governador Paulo Câmara na ocasião,  cônsul da Itália no Recife, Angelo Maria Biccire, Roberto Baraldi, do grupo Fiat, os deputados Simone Santana e Miguel Coelho, entre tantos outros.

Simone Santana e Miguel Coelho - Crédito: Nando Chiappetta/DP/D.A Press

Simone Santana e Miguel Coelho – Crédito: Nando Chiappetta/DP/D.A Press

Crédito: Nando Chiappetta/DP/D.A Press

Crédito: Nando Chiappetta/DP/D.A Press

 

Author: Thayse Boldrini

Share This Post On