Jarbas Vasconcelos faz discurso contundente na Câmara dos Deputados

Jarbas Vasconcelos/Ag. Senado

Jarbas Vasconcelos/Ag. Câmara

Trinta anos depois de ter deixado a Câmara dos Deputados para assumir a Prefeitura do Recife, Jarbas Vasconcelos voltou ontem à tribuna da Casa para fazer uma análise do atual cenário político nacional. O peemedebista fez críticas ao Governo da presidente Dilma Rousseff. “Começo a exercer o meu terceiro mandato de deputado federal num momento não menos turbulento, mas por razões que nunca imaginaríamos há 30 ou há 40 anos. O Brasil vive hoje – e não é alarmismo da minha parte – uma das maiores crises políticas da sua História Contemporânea”.

Para ele, na raiz de tudo está a “corrupção endêmica decorrente da promíscua relação entre os poderes Executivo e Legislativo e o aparelhamento perverso que o Partido dos Trabalhadores e seus aliados promoveram no Governo Federal e nas suas principais empresas estatais, como Caixa Econômica, Banco do Brasil, Eletrobrás, Correios e a maior de todas, a Petrobras – a mais expressiva vítima da corrupção, da ganância e da sede sem limites pelo poder”.

Segundo Jarbas, a democracia brasileira demonstra uma “tremenda robustez”, pois, apesar de tudo que vem sendo revelado, ele não enxerga nenhuma tentativa de quebra dos princípios constitucionais, como sempre ocorreu durante o século 20, marcado por golpes e insurreições militares. “Não vislumbro nenhum tipo de risco institucional, como ocorre em outros países vizinhos, assombrados pelo bolivarismo”, ressaltou.

Author: João Alberto

Share This Post On