Dez dicas de como economizar no seu casamento

nina-selo590

Crédito: Shutterstock / Divulgação

Crédito: Shutterstock / Divulgação

Em ano de crise, vários casais  me perguntam o que podem fazer para enxugar os custos da festa de casamento. Com inteligência e planejamento, tudo é possível. O importante, porém, é manter a qualidade e beleza deste dia que ficará registrado para sempre em suas vidas.

Crédito: Inês Campelo / www.inescampelo.com

Crédito: Inês Campelo / www.inescampelo.com

Para tanto, seguem algumas sugestões que irão te auxiliar nesta tarefa:

1)Bolo e champagne:  O tradicional bolo e champagne está voltando com tudo! É perfeito para casais que não abrem mão da cerimônia religiosa na igreja. No Grande Recife, inclusive, temos várias igrejas com espaço anexo para festas desse tipo, tais como o Mosteiro de São Bento e a Madre de Deus.

Mosteiro de São Bento. Crédito: Bosquinho Lacerda / Divulgação

Mosteiro de São Bento. Crédito: Bosquinho Lacerda / Divulgação

2) Lista de convidados reduzida: A medida mais imediata, sem dúvidas, é diminuir a lista de convidados. Reconheço que não é tarefa fácil, pois  demanda muito diálogo entre os noivos e, por vezes, até os pais do casal (a depender de quem esteja pagando a festa). Familiares distantes e colegas de trabalho são sempre um dilema. Pondere e vislumbre quem realmente fará a diferença no grande dia.  Mais vale uma festa digna dos seus sonhos para quem realmente importa do que colocar a perder a qualidade desse momento em detrimento de chamar mais pessoas para o casamento. Pense nisso!

Crédito: Pierre Bonfim / Divulgação

Crédito: Pierre Bonfim / Divulgação

3) Casamentos diurnos : Os casamentos diurnos são uma ótima alternativa para quem busca economia, já que vários itens são considerados desnecessários. Além disso,  em razão do horário, as festas tendem a ser menos sofisticadas e portanto mais baratas.

Crédito: Sxc.hu / Divulgação

Crédito: Sxc.hu / Divulgação

4) Casando durante a semana: Já pensou em casar numa quarta-feira? Pode parecer estranho, mas o motivo é genuíno. As sextas e os sábados são sempre mais concorridos e, portanto, mais caros. Muitos buffets têm valores diferenciados para eventos durante a semana e esta opção tem sido cada vez mais utilizada pelos noivos.

5) Mini wedding: O mini wedding é um evento reduzido para até 80 convidados. Essa modalidade de casamento é a mais nova queridinha dos noivos, pois com uma festa menor, é mais fácil fechar com os fornecedores que tanto confiam e admiram. Os mini weddings são sinônimo de exclusividade!

Crédito: Carol Pires

Crédito: Carol Pires

6) Destination wedding: Casar e viajar ao mesmo tempo não só é possível, como também virou uma tendência.  Vários hotéis e pousadas Brasil afora oferecem pacotes  que incluem a festa de casamento e um fim de semana de muita diversão para os noivos e seus convidados! Como na maioria das vezes os destination weddings são também mini weddings, os  valores costumam ser mais acessíveis do que se realizado o casamento na cidade natal dos noivos.

Decoração Do it Yourself (DIY). Crédito: Pierre Bonfim / Divulgação

Decoração Do it Yourself (DIY). Crédito: Pierre Bonfim / Divulgação

7) Elementos DIY na decoração, convites, lembrancinhas etc : O “Faça você mesmo” não tem limites. Pode estar presente nos preparativos da festa, tais como convites, lembrancinhas dos padrinhos etc. Até mesmo na própria decoração do casamento! Gambiarras, plaquinhas pintadas a mão, palets, são apenas alguns elementos bastante utilizados por noivos criativos que querem dar seu toque na festa. Além de deixar o casório com sua cara, você conseguirá poupar um bom dinheiro.

8) Lista de presente virtual. Cada vez mais comum, as listas de casamento virtual ganharam muitos adeptos graças à sua praticidade e objetividade. Algumas delas oferecem a possibilidade de o convidado comprar cotas travestidas de presentes. Ou seja, ao invés do seu amigo te presentear com o jogo de panelas ali descrito, ele estará na verdade depositando o valor do produto na sua conta cadastrada no site. Bacana, né? Ideal para casais que já moram juntos (e já estão com a casa montada) ou quem quer aquela forcinha financeira para a lua de mel.

Crédito: Sxc.hu / Divulgação

Crédito: Sxc.hu / Divulgação

9) Planejamento e antecedência. O quanto antes você programar sua festa de casamento, mais tranquilo você conseguirá planejar seus custos. Para isso, você precisará de um acompanhamento financeiro feito através de uma planilha de controle de gastos, evitando excessos e endividamento.

10) Assessoria de casamento. É interessante frisar que apesar de ser mais uma contratação, a assessora de casamentos irá te ajudar com relação a absolutamente tudo na sua festa. Ela te mantém no foco do seu budget, apresentando profissionais com o perfil dos noivos e dentro do orçamento estabelecido. Um profissional imprescindível para quem quer poupar tempo e dinheiro, garantindo o sucesso do seu casamento.

Não custa ressaltar a máxima “Quem paga mal, paga duas vezes”, afinal não existe milagre! Valores muito aquém do mercado podem te fazer levar gato por lebre. Não  economize na escolha dos profissionais, mas sim priorize serviços investindo no que realmente importa pra você.

Beijos,

Nina

Veja outras matérias de Nina Lacerda para o Blog João Alberto aqui.
Acesse o blog dela
aqui.

Autor:: Tatiana Sotero

Compartilhe este post sobre