Neste Dia do Rock, conheça os destinos mais rock’n roll para visitar

Foto ilustrativa - Crédito: sxc.hu/Divulgação

Foto ilustrativa – Crédito: sxc.hu/Divulgação

Após o super show Live Aid – evento idealizado para arrecadar fundos ao combate da fome na Etiópia -, com participação de astros como Paul McCartney, Elton John, Mick Jagger, Queen e David Bowie, em 1985, em Londres, o Dia Mundial do Rock ganhou uma data para chamar de sua: 10 de julho. Para os amantes do estilo musical, que desejam conhecer cidades, cuja história se mistura com o gênero, Sandra Luck, à frente da Luck Viagens, listou cinco locais imperdíveis e que atraem fãs de todos os países. Conheça, então, os destinos mais rock’n roll para se visitar.

Londres/Inglaterra
A capital inglesa é conhecida mundo afora por ter sido palco de grandes artistas do rock como Freddie Mercury, David Bowie, Eric Clapton, Van Morrison, George Michael, Sting. De acordo com Sandra, um dos bairros mais visitados é o Soho e Camden Town, pois ambos representam bem o gênero, além da Rua Abbey Road que ficou famosa após ter sido cenário para a capa do 11º álbum dos Beatles.

Liverpool/ Inglaterra
Liberpool, também na Inglaterra, dispensa apresentação, já que foi lá que surgiu a banda mais famosa de todos os tempos: Beatles. Sandra explica que por lá, umas das principais atrações é visitar o museu The Beatles Story Experience, pois mostra toda a carreira da banda.

Seattle/Estados Unidos
Berço de músicos icônicos, a exemplo de Ray Charles, Quincy Jones e o inesquecível Jimi Hendrix, símbolo do festival de Woodstock, cujo túmulo pode ser visitado no cemitério Greenview Memorial, quem visita Seattle, também não pode deixar de ir ao Experience Music Project. Afinal, o espaço foi construído para homenagear o famoso guitarrista, mas que posteriormente virou museu voltado ao rock.

Nova Iorque/ Estados Unidos
A cidade mais populosa dos EUA também tem representatividade para o Rock, pois recebe anualmente shows lendários. Um dos locais atrativos para visita é o Strawberry Fields Memorial, no Central Park. O espaço surgiu em homenagem ao ex-Beatle Jonh Lennon, pois foi morto a poucos metros do local.

Paris/França
Na capital francesa, o Musée de la Musique é a programação perfeita para quem quer saber mais sobre a história da música ocidental: desde a ópera até o rock. O cemitério Père-Lachaise, também é parada obrigatória, pois lá está enterrado o ídolo Jim Morrison. Embora fosse americano, o cantor que estava morando na cidade, foi encontrado morto aos 27 anos, na Rue Beautraillis.

Author: Thayse Boldrini

Share This Post On