Romário é eleito presidente da CPI do Futebol em Brasília

Nesta terça-feira, Romário foi eleito presidente da CPI do Futebol, que investigará denúncias de irregularidades na Confederação Brasileira de Futebol. A proposta da criação da CPI surgiu depois que sete dirigentes ligados à Fifa, incluindo o ex-presidente da CBF José Maria Marin foram presos na Suíça, em maio, acusados de pagamento e recebimento de propinas em contratos de exploração comercial de competições esportivas.

Crédito: Teresa Maia/DP/D.A. Press

Crédito: Teresa Maia/DP/D.A. Press

“Os próximos dias serão de muito trabalho. Amanhã terei uma reunião com o relator, senador Romero Jucá, para definirmos um plano de trabalho. Em breve, vamos agendar reuniões com o Ministério Público Federal, Polícia Federal e Ministério da Justiça para trabalharmos com cooperação. A próxima reunião da CPI será no dia 4 de agosto”, escreveu Romário em suas redes sociais. Serão investigados crimes que envolvem lavagem de dinheiro, enriquecimento ilícito, corrupção, extorsão, evasão de divisas e possivelmente outros crimes. A CPI do Futebol será composta por 11 titulares na comissão, entre eles Fernando Collor e o pernambucano Humberto Costa, além de oito suplentes.

Author: Thayse Boldrini

Share This Post On