O Recife perdeu Almir da Paixão

Almir da Paixão/Reprodução

Almir da Paixão/Reprodução

Uma das figuras mais queridas do Recife, Almir da Paixão faleceu esta manhã, não tendo resistido a cirurgia cardíaca que realizou ontem. Ele vinha há muito tempo com problemas de saúde, provocados especialmente pela diabetes. Ele marcou época na cidade, como cabelereiro e maquiador, que continuava a fazer, na sua casa. Além disso, fez muito sucesso como desfilante em concursos de fantasias no Bal Masqué e Municipal, com criações usando artigos regionais, especialmente palha. Num desses concursos, no Bal Maque´, causou o maior impacto ao ganhar de Jesus Henriques, na época um dos maiores desfilantes de fantasias do país.

Autor:: João Alberto

Compartilhe este post sobre