Os diferentes drinks do Absolut Art Bar

#publipost

Assim como tudo no Absolut Art Bar, os drinks foram criados por Stephan Doitschinoff, artista escolhido para criar o conceito do espaço. A carta de bebidas foi criada com base em algumas “brincadeiras irônicas”,  que mostram diversas formas de como a nossa sociedade pode se destruir. O artista separou alguns drinks para o Blog João Alberto e nós vamos contar a receita e o significado deles, confira:

Crédito: Nando Chiappetta/DP/D.A Press

Crédito: Nando Chiappetta/DP/D.A Press

“Antracnose” – Nome da praga que da no caju e algumas outras frutas e vegetais. Como o uso de produtos químicos em plantações, as pragas sofrem mutações e ficam cada vez mais fortes e imunes aos venenos, demandando ainda mais veneno e química.

Ingredientes:

60 ML Absolut vanillia

15 ML Xarope de gengibre

30 ML Suco de Cajú (Concentrado)

Cajuína Completa

5 gotas Aromatic bitter

Guarnição: Pedaços de Gengibre e rapadura

Crédito: Nando Chiappetta/DP/D.A Press

Crédito: Nando Chiappetta/DP/D.A Press

 

“Rainha Mãe Decapitada” – Reflexão sobre a extinção das abelhas “jatai” pela ganância do homem em comercializar seu poderoso mel.

Ingredientes:

60 ML Absolut Regular

50 ML Mel

2 bolas Sorvete de Manga

50 ML Suco de Umbú

10 folhasManjericão

Guarnição: Folhas de Manjericão

 

 

1
“Municipal Wast” – O homem tem a erronia impressão que pode descartar, jogar fora restos e resíduos de tudo, mas se esquece que não existe fora, fazemos parte de um ecossistema fechado.

Ingredientes:

60 ML Absolut Regular

15 ML Xarope de Canela

100 ML Chá Matte

Completa Espuma de Tamarindo com Raspa de Limão

Guarnição: Raspa de limão

 

Crédito:  Charles Johnson/Divulgação

Crédito: Charles Johnson/Divulgação

“Homem X Maquina” – Para suprir seus desejos o homem cria máquinas que o sacia de maneira artificial. Após isso o instinto do homem volta a procura do natural que já não existe.

Ingredientes:

60 ML Absolut Pears

170 ML Chá de casca de Abacaxi com Capim santo

30 ML Caldo de Cana

4 gotas Aromatic Bitters

Guarnição: Folhas de capim Santo

Autor:: Taís Machado

Compartilhe este post sobre