Os cafés com piernas de Santiago

cafe2

A gente prometeu e aqui estamos explicando tim-tim por tim-tim do que se trata um “café com piernas”, atração famosa da zona central de Santiago, no Chile. Pois bem, trata-se de um local onde se pode tomar café e outras bebidas, com o detalhe de que estas são servidas por moças em vestidos mínimos que transitam sobre um piso estrategicamente elevado, para que os clientes possam dar aquela conferida no, digamos, “material”.

Os cafés são abertos ao público, incluindo senhoras idosas e mães com crianças e em geral tem grandes janelões de vidro, de forma que qualquer pessoa que passe pela rua possa ver a “atração” além de, claro, entrar. Ali não acontece nada de mais além do serviço de servir café, água e afins, com direito ao “bônus” do voyeurismo, fórmula que deu certo num país de tradição mais conservadora, como o Chile.

Café com Piernas

Café com Piernas

 

A moda começou há pelo menos quatro décadas em lugares como o Café Haiti, o Café Caribe e o Café Brasil, que têm lojas no centro antigo da capital chilena e são sérios. A modalidade, no entanto, ganhou versões bem mais ousadas e menos “familiares”, onde garçonetes vestem biquínis . Esses lugares mais se assemelham a casas de strip-tease: são locais fechados, ficam geralmente no subsolo de alguns prédios e, ao contrário dos “cafés com pernas” mais tradicionais, vivem lotados de homens engravatados, têm música alta e muita “animação”.

Antes de decidir levar sua mulher a um café assim é melhor descobrir antes se o bendito é apenas um café com “piernas” mesmo e nada mais. Para isso, basta  observar a fachada do lugar, se for de vidro comum  e der pra ver lá dentro apenas belas piernas, ok, vá em frente. Agora se a fachada for escura, tudo fechado, às vezes com segurança na porta, aí é porque trata-se de um café com piernastudo más. 

cafecompiernas2

A invenção é 100% chilena e atrai tanto interesse de turistas que já existem até passeios organizados por esses lugares. A gente esteve em mais de um desses lugares e adoramos a curtição, exceto quando nos deparamos desavisadamente com um desses outros cafés e aí, tivemos de voltar da porta mesmo,.

Author: João Alberto

Share This Post On