Veja faz denúncia contra a Hemobrás

A Veja desta semana revela que a Hemobrás, estatal que fica em Goiana e fornece derivados de sangue ao SUS, fez um negócio do arco da velha em maio.  Rescindiu um contrato firmado em janeiro para armazenamento de plasma sanguíneo, pelo qual desembolsaria 880 000 reais em seis meses, e contratou outra empresa para o mesmo serviço, pelo mesmo tempo, por módicos 8,3 milhões de reais. Quase dez vezes mais.

A revista revela que as duas contratações se deram com dispensa de licitação. A Hemobrás, que rescindiu o acordo unilateralmente, se justifica dizendo que não se cumpriram condições técnicas para o armazenamento; a empresa dispensada, que já investira 450 000 reais no projeto e acabou proibida de concorrer em licitações da estatal pelos próximos dois anos, denunciou a Hemobrás ao Ministério Público Federal e à CGU.

Hemobras. Crédito: Reprodução/hemobras.gov.br

Hemobras.
Crédito: Reprodução/hemobras.gov.br

Autor:: João Alberto

Compartilhe este post sobre