Cronograma Capilar e Velaterapia: tratamentos que podem ajudar a salvar seus cabelo

O cabelo é uma das partes do corpo que as mulheres mais cuidam. Elas vivem buscando meios de mudar a aparência e principalmente de tratar os fios. Os salões são os grandes responsáveis na parte do tratamento. Eles possuem técnicas e produtos específicos que intensificam o resultado na hora de cuidar do fio. Durante um bate-papo com Natália Siqueira Campos, empresária responsável pelo salão It e farmacêutica com pós-graduação em Tricologia Cosmética, ela contou sobre dois procedimentos que fazem a cabeça da mulherada e ajudam bastante no cuidado e recuperação dos cabelos: o cronograma capilar e a velaterapia.

Créditos: Paulo Paiva/D.P/D.A.Press

Créditos: Paulo Paiva/D.P/D.A.Press

O cronograma capilar consiste em uma reposição de nutrientes e massa capilar. Ele dura um mês e é constituído de três processos: a hidratação, nutrição e a reconstrução. Segundo Natália, antes de se iniciar o procedimento é preciso que o cabelo passe por uma avaliação para só assim saber como será o tratamento. “Um profissional precisa identificar as necessidades do cabelo e isso só é conseguido com uma avaliação profunda dos fios. O tratamento varia de pessoa pra pessoa e a ordem de como serão aplicados os procedimentos também varia de acordo com o dano. É um tratamento muito particular, com um tempo de duração extenso, mas que apresenta muitos resultados”, afirmou.

Imagem ilustrativa Créditos: reprodução Internet

Imagem ilustrativa
Créditos: reprodução Internet

É importante que a avaliação seja feita por um profissional e que ele indique os procedimentos e tipos de produtos a serem usados. Muitas vezes é possível fazer o cronograma com os produtos encontrados em lojas comuns e que a mulher tem em casa, mas se o cabelo estiver muito estragado, dificilmente um tratamento que não seja de salão vai funcionar. “Uma pessoa que tem o cabelo danificado por processos químicos não vai conseguir um bom resultado sem os produtos que usamos nos salões, pois eles não vão conseguir atingir as camadas mais profundas do fio,  que é justamente onde precisa ser tratado. No salão existem produtos específicos para cada tipo de cabelo e para cada dano sofrido, além de formular o cronograma com precisão e certeza de que vai funcionar”, disse Natália.

Foto ilustrativa Créditos: reprodução internet

Foto ilustrativa
Créditos: reprodução internet

A velaterapia é um tratamento que precisa ser feito em um salão e com um profissional que domina a técnica. Básica e bem diretamente falando, a velaterapia queima as pontas duplas, cauteriza o fio e dá uma encorpada no cabelo, o deixando mais volumoso e saudável. É uma espécie de salvação para quem não quer tirar o comprimento do cabelo e quer se livrar das indesejadas pontas.Ela é feita em três etapas: a vela, o corte bordado e a nutrição. Mas antes de qualquer processo é preciso fazer uma análise capilar para saber como está a saúde do fio e se o cabelo vai aguentar ou não o tratamento. “Se eu pegar um cabelo que está estragado de mechas, todo fraco, eu não posso fazer o tratamento da velaterapia. É preciso fazer um diagnóstico e perceber se o cabelo tem saúde suficiente para levar a chama no cabelo. Se o cabelo não tiver uma saúde perfeita, a gente indica primeiro um tratamento para os fios e só depois que é possível fazer a velaterapia”, afirma Natália.

Cabelo sendo queimado com a vela Créditos: Paulo Paiva/D.P/D.A.Press

Cabelo sendo queimado com a vela
Créditos: Paulo Paiva/D.P/D.A.Press

A primeira etapa é a de queimar as pontas duplas, a profissional vai queimar as pontinhas até que elas fiquem bem rentes aos outros fios. É a parte mais importante do processo, já que é aí que está sendo eliminado o que as pessoas mais detestam: as pontas duplas. Depois dele é o corte bordado, que tira as sobras das pontas que foram queimadas e não retiram o tamanho do cabelo.

Corte Bordado retira as sobras das pontas queimadas Créditos: Paulo Paiva/D.P/D.A.Press

Corte Bordado retira as sobras das pontas queimadas
Créditos: Paulo Paiva/D.P/D.A.Press

A última parte é a da hidratação, que é quando é feita uma reposição de nutrientes no cabelo. Segundo Natália, um grande aliado da velaterapia é o cronograma capilar. Durante a conversa, Natália explicou o motivo dos dois tratamentos funcionarem bem juntos. “Geralmente, a gente faz a velaterapia e depois aplica o cronograma capilar. A vela ajuda a tirar as pontas e o cronograma ajuda no tratamento mais profundo do cabelo, eles se completam e fazem com que os fios fiquem mais bonitos e saudáveis. Ele pode ser aplicado na última fase da velaterapia, que é quando é feita a reposição dos nutrientes”.

O último passo da velaterapia é a lavagem+hidratação Créditos: Paulo Paiva/D.P/D.A.Press

O último passo da velaterapia é a lavagem+hidratação
Créditos: Paulo Paiva/D.P/D.A.Press

“A velaterapia é um tratamento que pode ser feita até duas vezes no ano, tudo depende de como o cabelo vai responder. A cliente precisa escolher um salão com pessoas honestas e que expliquem todos os procedimentos e a limitação dos fios. É um procedimento que queima o cabelo, que se não for feita de forma correta pode estragar bastante o fio. É uma salvação que precisa ser feita com cautela, nos cabelos que aguentam e por uma pessoa honesta que domina a técnica. Se todos esses requisitos forem seguidos, o resultado no cabelo é incrível, visível e só precisa ser refeito em 6 ou 8 meses”, finaliza Natália.

Créditos: Paulo Paiva/D.P/D.A.Press

Créditos: Paulo Paiva/D.P/D.A.Press

Aqui no Recife, apenas o Salão It oferece o serviço. O Salão de Dorinhaa, em Boa Viagem e no Shopping RioMar, já recebeu, por mais de uma vez, a equipe do Spa Díos de São Paulo, pioneiros na técnica  e que faz o procedimento na maioria das celebridades.

Autor:: Taís Machado

Compartilhe este post sobre