Fernanda Yamamoto levou as rendeiras da Paraíba para seu desfile no SPFW

selo spfw

Crédito: Zé Takahashi/Agência Fotosite

Crédito: Zé Takahashi/Agência Fotosite


A repórter viajou a convite do SPFW


SÃO PAULO:
Há três anos, Fernanda Yamamoto visitou João Pessoa e recebeu a dica de um amigo: “Ele disse que eu precisava conhecer o trabalho das rendeiras no interior da Paraíba”. Não demorou muito para a estilista, enfim, descobrir a inspiração no Coletivo Feminista de Cunhã que iria ganhar as passarelas do São Paulo Fashion Week nesta edição de inverno. Há um ano e meio, Fernanda foi na casa das rendeiras, viu um pouco do que existe por trás das rendas e decidiu dar início ao trabalho junto a elas.

Fernanda Yamamoto trouxe rendeiras da Paraíba para seu desfile no SPFW - Crédito: Reprodução do Instagram

Fernanda Yamamoto trouxe rendeiras da Paraíba para seu desfile no SPFW – Crédito: Reprodução do Instagram

“Fui umas sete vezes pra lá, levando desenhos exclusivos para que elas os executassem. Envolvemos cerca de 77 rendeiras, que criaram pontos novos e participaram ativamente da coleção. Elas teciam a renda no dia a dia, deixando de lado as tradicionais flores e trabalhando com desenhos geométricos e mais rebuscados. A renda fala de uma coisa que é maior, as mulheres que fazem esse trabalho”, explicou.

Crédito: Ze Takahashi/Fotosite

Crédito: Ze Takahashi/Fotosite

Crédito: Ze Takahashi/Fotosite

Crédito: Ze Takahashi/Fotosite

Crédito: Ze Takahashi/Fotosite

Crédito: Ze Takahashi/Fotosite

Na tarde desta quinta-feira, 10 rendeiras viajaram pela primeira vez a São Paulo, acompanharam todo o processo do desfile no backstage e desfilaram na passarela. As peças desta coleção chegam mais retas e soltas com destaque para as rendas inteiras, sobrepostas e em camadas.  No fim,  Fernanda causou emoção no público ao colocar sua avó Michiko Yamanish, 83 anos, para fechar o desfile.

A avó de Fernanda Yamamoto fechou o desfile - Crédito: Ze Takahashi/Fotosite

A avó de Fernanda Yamamoto fechou o desfile – Crédito: Ze Takahashi/Fotosite

Crédito: Ze Takahashi/Fotosite

Crédito: Ze Takahashi/Fotosite

Autor:: Thayse Boldrini

Compartilhe este post sobre