O governador e o Estatuto do Desarmamento

Paulo Câmara - Crédito: Nando Chiappetta/DP/D.A Press

Paulo Câmara – Crédito: Nando Chiappetta/DP/D.A Press

 

O governador Paulo Câmara reúne hoje políticos, autoridades e especialistas em segurança, para um ato público pela preservação e fortalecimento do Estatuto do Desarmamento. O encontro suprapartidário, que acontece no Palácio do Campo das Princesas, às 10h, é motivado pelo risco de um forte retrocesso nas políticas de controle da violência no país se o projeto de lei que permite às pessoas andarem armadas nas ruas for aprovado no Congresso.

 

Segundo Paulo Câmara, o projeto em tramitação representa, talvez, o maior retrocesso político e social da história recente do País. “Falar em mudança no Estatuto do desarmamento é querer impor ao Brasil uma cultura da violência, de resolver qualquer questão na base do tiro. É comprovado que o desarmamento é um instrumento fundamental no combate à violência, à criminalidade. Esse encontro da próxima segunda-feira é mais um exemplo do espírito de vanguarda dos pernambucanos, que sempre estiveram sintonizados com as ideias progressistas. Precisamos é trabalhar diariamente pela consolidação de uma cultura da paz”, avaliou o governador.

 

O ato público contará com a presença de deputados da bancada federal de Pernambuco, além de representantes da sociedade civil organizada. O secretário de Segurança Pública do Rio, José Mariano Beltrame, e o presidente do Senado, Renan Calheiros, também já confirmaram presença na manifestação, que também contará com a participação do ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo.

 

Autor:: João Alberto

Compartilhe este post sobre