Papa Francisco pede mais compreensão a gays, lésbicas e divorciados

O Papa Francisco divulgou texto hoje onde pede aos sacerdotes de todo o mundo para aceitarem gays, lésbicas, divorciados e demais pessoas que vivem em situações que a igreja sempre considerou como “irregulares”. É fruto das conclusões de duas reuniões sobre a crise da família, realizadas no final de 2014 e 2015, e foram reunidos em documento com mais de 240 páginas intitulado “Amoris Laetitia” (A alegria do amor). “Desejo, antes de mais nada, reafirmar que cada pessoa, independentemente da própria orientação sexual, deve ser respeitada na sua dignidade e acolhida com respeito”, disse o Papa. Complementou dizendo que a igreja não pode “atirar pedras contra aqueles que não conseguem viver de acordo com ideais de casamento e vida familiar do Evangelho”, segundo texto divulgado pela agência de notícias Associated Press.

Papa Francisco. Crédito: Benhur Arcayan/Divulgação

Papa Francisco.
Crédito: Benhur Arcayan/Divulgação

Author: Tatiana Sotero

Share This Post On