Ramon Schnayder lança novo álbum com quatro músicas autorais

Crédito: Paulo Paiva/DP. Blog de Joao Alberto

Crédito: Paulo Paiva/DP. Blog de Joao Alberto

O cantor paraibano Ramon Schnayder visitou a redação do Diario de Pernambuco, na tarde desta quarta-feira, para contar detalhes sobre seu novo álbum, Vai Rolar Lindo, que lança sexta-feira com festa na Villarena. Entre sorrisos e brincadeiras, o cantor revelou verdadeira paixão por Pernambuco e pelo público, predominantemente feminino, que foi essencial para a escolha do novo repertório.

Qual o grande novidade do álbum “Vai Rolar Lindo”?

RS: O Vai rolar Lindo é o quinto CD da minha carreira e vem de uma brincadeira com o meu público de fazer as duas letras V e L com a mão. O álbum possui quatro musicas autorais e treze regravações, porque estamos preocupados em reunir elementos que agradem tanto no Nordeste quanto no Sudeste. É um CD que mistura o peso de uma sanfona, a batida do arrocha, com o ritmo de funk.

Este novo CD possui 13 regravações, algum desses artistas inspirou a produção deste álbum?

RS:  Inspiração é o que fomenta qualquer ser humano, você tem que ter alguma referência. No álbum, colocamos músicas que sabemos que o povo gosta e que eu curto cantar como Wesley Safadão, Anitta, Jorge e Matheus e Marília Mendonça. Obviamente, fazemos tudo na nossa levada e em breve, lançaremos um disco todo autoral.

Qual a proposta desse trabalho?

RS: Fazer a galera dançar! A gente costuma dizer que fazemos MPB, música para pular brasileira.(risos) A galera acha que parece um forró, tem uma batida arrocha, tem gente que diz que o ritmo parece uma swingueira, mas a nossa ideia é fazer música para o público dançar.

Crédito: Paulo Paiva/DP. Blog de Joao Alberto

Crédito: Paulo Paiva/DP. Blog de Joao Alberto

Você é paraibano, mas o contato com Pernambuco influenciou na sua carreira?

RS: Todo artista que sai da sua terra natal para fazer um trabalho fora e é tão bem aceito assim, faz a gente se sentir realizado. O  que podemos trazer desse carinho que a gente recebe de Olinda e Recife é a força de querer trabalhar mais, fazer mais e se preocupar com o gosto do fã daqui.

Você é bem ativo nas redes sociais, como é a sua relação com os fãs? E o que essas ferramentas ajudam na sua carreira?

RS: Ou você está na rede, ou você não está no social. Então, a rede social é uma ferramenta muito importante para o projeto, tanto que os nossos CDs são lançados primeiramente na internet para depois chegar fisicamente ao público. Além disso, pelo nosso Instagram e SnapChat é onde podemos ter o feedback da galera sobre o nosso trabalho, é super importante para mim. Eu faço questão de ler tudo.

O que os fãs recifenses podem esperar do show de lançamento do “Vai Rolar Lindo”?

RS: Muito agito. Um show diferente repleto de músicas novas, com muita energia do bem e com atitude. Uma apresentação que vai fazer todo mundo dançar, mas que em alguns momentos, com canções mais lentas, vão fazer pensar. É só cair na vibe do show que é diversão certa.

Crédito: Paulo Paiva/DP. Blog de Joao Alberto

Crédito: Paulo Paiva/DP. Blog de Joao Alberto

Author: Juliana Freire

Share This Post On