Desfile de Mara Mac teve modelos nuas e trator na passarela

selo_rio-moda-rio

A repórter viajou a convite do Rio Moda Rio

Foto: Zé Takahashi/FOTOSITE

Foto: Zé Takahashi/FOTOSITE

Rio de Janeiro: Um desfile poético, suave, marcado por emoção. Para o Rio Moda Rio, a Mara Mac resolveu surpreender seus convidados: espalhou folhas pela sala de desfile, colocou um trator e duas mulheres nuas apareceram penduradas em balanços circenses, logo no início, enquanto outra invadiu a passarela totalmente sem roupa. Algumas das modelos também estavam descalças: tudo contra a padronização, segundo a marca.

Crédito: Thayse Boldrini/DP

Crédito: Thayse Boldrini/DP

Crédito: Thayse Boldrini/DP

Crédito: Thayse Boldrini/DP

O desfile foi muito além da moda, abordando a liberdade de expressão, em uma proposta totalmente fora do convencional. O oceano foi o que inspirou a estilista na hora da criação das peças. Era tudo tão lindo, tão poético, que não teve quem tirasse os olhos da performance. O nome por trás de toda a direção do desfile e que mereceu cada aplauso chama-se Bia Lessa.

Foto: Zé Takahashi/FOTOSITE

Foto: Zé Takahashi/FOTOSITE

Foto: Zé Takahashi/FOTOSITE

Foto: Zé Takahashi/FOTOSITE

Foto: Zé Takahashi/FOTOSITE

Foto: Zé Takahashi/FOTOSITE

Enquanto as modelos cruzavam a passarela, uma narração informava quantos produtos, de celulares, carros a televisores, foram produzidos este ano. Elas entravam, pegavam um livro no chão coberto por folhas e, em passos curtos, mostrava a fluidez das roupas da marca. Para fechar com chave de ouro,  a estilista participou da performance com a leitura de um texto, de causar arrepios. A tendência de fugir do convencional nos desfiles, tão defendida pelo curador do Rio Moda Rio, Carlos Tufvesson, deu certo.

Foto: Zé Takahashi/FOTOSITE

Foto: Zé Takahashi/FOTOSITE

Foto: Zé Takahashi/FOTOSITE

Foto: Zé Takahashi/FOTOSITE

Foto: Zé Takahashi/FOTOSITE

Foto: Zé Takahashi/FOTOSITE

Autor:: Thayse Boldrini

Compartilhe este post sobre