“Aquarius” ganha nova classificação indicativa após recurso

O filme Aquarius, do pernambucano Kleber Mendonça Filho, estrelado por Sônia Braga, ganhou nova classificação indicativa na tarde desta quinta- feiraO Ministério da Justiça voltou atrás e classificou o filme como impróprio para menores de 16 anos. A mudança atendeu a um recurso por parte da distribuidora do filme, insatisfeita com a censura de 18 anos escolhida anteriormente. A decisão divulgada no Diario Oficial da União afirmava que censura etária máxima do filme se deu porque havia “sexo explícito e drogas”. No entanto, filmes mais polêmicos como Tatuagem (2013) e Boi Neon”(2015) ganharam classificação de 16 anos. O argumento usado pela distribuidora foi o “forte valor cultural” da obra. A classificação anterior levantou suspeita de perseguição política por parte do governo Temer, já que a equipe do filme protestou contra o impeachment de Dilma durante a exibição do filme no Festival de Cannes, em maio.

Autor:: Juliana Freire

Compartilhe este post sobre