Lula vira réu na Operação Lava Jato

Lula/Ricardo Stuckert/Instituto Lula/Divulgação

Lula/Ricardo Stuckert/Instituto Lula/Divulgação

A defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse hoje (20) que não causou surpresa a decisão do juiz federal Sérgio Moro, que abriu ação penal contra Lula e mais sete réus. Em nota, os advogados reafirmaram que há um “histórico de perseguição e violação às garantias fundamentais” do ex-presidente.

“Nem mesmo os defeitos formais da peça acusatória e a ausência de uma prova contra Lula, como amplamente reconhecido pela comunidade jurídica, impediu que o referido juiz levasse adiante o que há muito havia deixado claro que faria: impor a Lula um crime que jamais praticou”, argumenta a defesa.

Mais cedo, o juiz federal Sérgio Moro aceitou denúncia dos procuradores da força-tarefa da Operação Lava Jato. Na denúncia, apresentada na semana passada, o procurador da República Deltan Dallagnol, chefe da força-tarefa, disse que Lula era o “comandante máximo do esquema de corrupção identificado na [Operação] Lava Jato”.

O ex-presidente foi denunciado à Justiça Federal por corrupção passiva e lavagem de dinheiro. (Com informações da Agência Brasil)

 

Author: João Alberto

Share This Post On