Uma campanha que primou pela chatice

Urna eleitoral

Urna eleitoral

A campanha do 2º turno foi um primor de chatice. No Recife, mesmo com a diminuição do tempo acertada com os candidatos, houve um exagero de inserções entre os programas. Sem recursos, faltou criatividade aos responsáveis pelas campanhas, com muita repetição e o direito até a muitos erros de português.

Autor:: João Alberto

Compartilhe este post sobre