Adele revela que sofreu de depressão pós-parto

Crédito: Vanity Fair/Reprodução

Crédito: Vanity Fair/Reprodução

Estrela da capa da edição de dezembro da revista Vanity Fair, Adele revelou para a publicação que sofreu de depressão pós-parto. “Eu tive uma depressão pós-parto muito ruim depois que eu tive o meu filho, e isso me assustou. O meu conhecimento sobre pós-parto é que você não quer estar com a sua criança. Você fica preocupada em machucar o seu filho, você fica preocupada se está fazendo o certo. No entanto, eu era obcecada com o meu filho. Eu me sentia muito incapaz. Eu senti como se tivesse feito a pior decisão da minha vida. Isso pode vir de muitas diferentes formas”, disse a cantora.

Crédito: Vanity Fair/Reprodução

Crédito: Vanity Fair/Reprodução

Adele é mãe de Angelo, de quatro anos, e disse que foi incentivada pelo namorado, Simon, a conversar com outras mulheres. “Eu falava ‘foda-se, não vou ficar saindo com um bando de mamães'”, contou. Sobre a depressão pós-parto, a cantora disse que não tomou antidepressivos e não contou a ninguém sobre o que estava passando, até conversar com uma amiga. “Um dia eu disse a uma amiga ‘eu odeio isso pra caramba’ e ela simplesmente começou a chorar e disse ‘Eu também odeio isso’. E foi isso.”, recordou ela.

Crédito: Vanity Fair/Reprodução

Crédito: Vanity Fair/Reprodução

Já sobre a carreira, a cantora, de 28 anos, disse que poderia deixar de fazer shows. “Eu ainda gostaria de fazer discos, mas eu ficaria bem se nunca mais ouvisse (os aplausos) de novo. Eu estou em turnê simplesmente para ver todos que têm me dado tanto apoio. Eu não ligo para dinheiro”, revelou.

Compartilhe este post sobre