Ministra Carmem Lúcia defende o voto obrigatório

Carmem Lúcia/STF/Divulgação

Carmem Lúcia/STF/Divulgação

A ministra Carmem Lúcia, presidente do Supremo Tribunal Federal, votou em Belo Horizonte e mostrou-se surpresa com os altos índices de abstenção, votos nulos e brancos nas eleições municipais deste ano e defendeu a continuidade do voto obrigatório.

Autor:: João Alberto

Compartilhe este post sobre