Uma penitenciária federal que não saiu do papel

Quando ainda era presidente, Dilma Rousseff anunciou em 2013 a 5ª penitenciária federal no complexo da Papuda, em Brasília. Esta obra se juntou a outras 91 construções de presídios espalhados pelo país que ainda não foram concluídos. Ou seja, 42,5 mil vagas a menos que mesmo assim, não acabaria com a superlotação presidiária. Os dados são do Ministério da Transparência.

Crédito: sxc.hu/Divulgação

Crédito: sxc.hu/Divulgação

Autor:: João Alberto

Compartilhe este post sobre

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*