Pernambucano Thony Silas foi destaque no Fantástico com suas ilustrações

Thony Silas foi um menino que cresceu no bairro do Ibura, no Recife, e realizou o sonho de ganhar a vida desenhando os ídolos quando era criança. O ilustrador ganhou destaque no Fantástico, nesse domingo, em matéria de Mônica Silveira.

Crédito: Arquivo Pessoal

Crédito: Arquivo Pessoal

Desde a infância, Thony acumulava diferentes hobbies  – enquanto as outras crianças estavam na rua brincando, ele ficava desenhando. Filho de mãe costureira e pai taxista, tinha uma casa humilde e dificuldades financeiras. Mas, mesmo assim, sempre que podiam, os pais do futuro artista davam um jeito de conseguir os papeis que o filho precisava para imprimir sua arte.

Por coincidência da vida, em uma lixeira, há algumas casas de distância, Thony passou a encontrar os rascunhos do vizinho, o ilustrador profissional Wamberto Nicomedes. Em pouco tempo, Wamberto virou amigo e professor. Com 13 anos, Thony já era assistente do vizinho.

Como também ajudava nas despesas de casa, Silas arrumou emprego como faxineiro de um hotel e com o dinheiro que sobrava, fazia um curso de inglês. Nas horas vagas, ilustrava. Com a profissionalização e o tempo, o convite para desenhar para uma das mais importantes editoras de quadrinhos do mundo, a Marvel, surgiu. O primeiro trabalho foi o Amazing Spider-Man. Logo surgiu o convite para trabalhar também com a DC Comics.

BVSbySilas

Crédito: Divulgaçaõ

Aos 28 anos de idade, Thony decidiu ir morar nos Estados Unidos com a família. Com os contatos das grandes empresas de HQ que trabalhou, ele conseguiu consolidar o projeto de se tornar um ilustrador internacional. Thony se deslumbrava com os pedidos de autográfos nos seus desenhos.

Agora, aos 30 anos, ele voltou ao Recife para participar da Comic Con Experience, que aconteceu na capital pernambucana entre os dias 13 e 16 de abril. Na ocasião, o ilustrador lançou, ao lado de um amigo, sua primeira HQ autoral, A Noiva, sobre a história da Revolução Pernambucana de 1817. “Quando a gente tem uma fome de vencer, maior do que a fome natural, a fome natural ela não vence”, encoraja Thony, em entrevista concedida ao Fantástico.

Crédito: Roberta Guimarães/UOL

Crédito: Roberta Guimarães/Divulgação

 

Salvar

Salvar

Author: Júlia Molinari

Share This Post On