O Xerém com Graxa de Jessier Quirino

Jessier Quirino. Crédito: Divulgação do artista

Jessier Quirino.
Crédito: Divulgaçãota

Jessier Qurino mostra o espetáculo Xerém com Graxa, amanhã e domingo no Teatro do RioMar.

“Aqui pra nós e pro padre que nos confessa, não há nada melhor no mundo, do que comer batata-doce (quente) depois dum banho de chuva. ” Essa expressão popular, dita pela boca de um cabôco sertanejo, traduz uma visão completa do viver simples do homem do campo. É, na maioria das vezes, asseverada com outros ditos: bom feito jerimum com bode, ou: melhor do que xerém com graxa e cebola roxa. Pois bem, Xerém com Graxa é o nome do novo espetáculo – Recital Solo – do poeta Jessier Quirino, que traz, no seu bojo a simplicidade e a graça ou “graxa” da gordura sadia que alimenta a vida do nordestino do campo. O olhar minucioso do poeta para as coisas simples do dia a dia, seja na poesia ou nos causos sertanejos, com voejos de contemporaneidade e renovação no dizer literário, é o grande diferencial, que faz de Quirino, hoje, um nome a ser lembrado, na pólvora da palavra, quando o assunto é: poesia popular, Nordeste, Sertão e alegria.

Autor:: João Alberto

Compartilhe este post sobre

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*