Jornal Nacional aposta na tecnologia em novo cenário

William Bonner e Renata Vasconcellos - Crédito: João Cotta/Globo/Divulgação

William Bonner e Renata Vasconcellos – Crédito: João Cotta/Globo/Divulgação

O Jornal Nacional estreou, ontem, seu novo cenário e conceito. O antigo estúdio, que ficava no mezanino da redação anterior, deu lugar a uma plataforma 360°, localizada no centro da nova redação de Jornalismo da Rede Globo. A empresa afirma que,  o espaço integra as equipes de televisão e internet, incluindo a Editoria Rio, G1 Rio, Bom Dia Brasil e Jornal Nacional.

O novo estúdio aposta na tecnologia. Atrás da bancada dos apresentadores, há um vidro em curva de 15 metros de largura, que vai do fosco ao transparente. No fundo, outro telão de três metros de altura por 16 metros de largura promete um efeito 3D nas projeções do programa. Há ainda várias câmeras diferentes, como duas operadas por braços robóticos, e outras de trilhos no chão e aéreas.

Nova redação do jornalismo da Globo - Crédito: João Cotta/Globo/Divulgação

Nova redação do jornalismo da Globo – Crédito: João Cotta/Globo/Divulgação

Durante a exibição do programa, na noite dessa segunda-feira, foi mostrado um discurso de Roberto Irineu Marinho, presidente do Grupo Globo. “Nosso primeiro compromisso é com o jornalismo e é significativo que, no auge de um período crítico da vida nacional, estejamos inaugurando um moderno estúdio de jornalismo na Globo”, disse ele.

Share This Post On