A 21ª edição do Cine PE teve noite de abertura com casa cheia

Cine PE 2017 - Crédito: Lana Pinho/Divulgação

Cine PE 2017 – Crédito: Lana Pinho/Divulgação

Foi aberta oficialmente, na noite dessa terça-feira, a 21ª edição do Cine PE. O festival, apesar de algumas dificuldades para sua realização, não deixou de ser prestigiado pelo público, que fez fila na entrada do Cinema São Luiz. Na ocasião, Sandra Bertini, diretora do festival,  agradeceu a todos que participaram de alguma forma durante todos esses anos do evento na capital pernambucana. 

Foram exibidos quatro curtas de animação, resultado de uma oficina realizada em uma parceria entre o Cine PE e a Prefeitura do Recife. Lego, A lição, A perna cabeluda e o Saci, A menina do leite e Princesas foram produzidos com a técnica de stop motion.

Cine PE 2017 - Crédito: Lana Pinho/Divulgação

Cine PE 2017 – Crédito: Lana Pinho/Divulgação

Depois, foi a vez da programação oficial do evento começar, com a presença do diretor Danilo Baracho falando sobre o seu curta Los Tomates de Carmelo. Já o ator Sidney Santiago contou detalhes sobre o filme Diamante, o Bailarina, onde interpreta o papel-título.

Para fechar a noite, o filme Real – O plano por trás da história, de Rodrigo Bittencourt, foi exibido como parte da Mostra de Filmes Hours Concours. O  produtor Ricardo Fadel Rihan comentou sobre a obra, e ressaltou que o filme “não pretende ser o retrato oficial do plano econômico”.

Cine PE 2017 - Crédito: Lana Pinho/Divulgação

Cine PE 2017 – Crédito: Lana Pinho/Divulgação

Nesta quarta-feira, o Cine PE irá exibir curtas-metragens e o documentário O Jardim das Aflições, de Josias Teófilo, na Mostra Competitiva de Longas-Metragens. Em paralelo, haverão palestras gratuitas no Hotel Transamérica, em Boa Viagem. O festival segue até o dia 3 de julho, no Cinema São Luiz.

Sandra e Alfredo Bertini - Crédito: Lana Pinho/Divulgação

Sandra e Alfredo Bertini – Crédito: Lana Pinho/Divulgação

Compartilhe este post sobre