O fantástico One World, no lugar do World Trade Center

Nova York

Nova York, com o One World no centro

O One World é o moderníssimo edifício construído no local das antigas torres do World Trade Center. Seu observatório tornou-se uma das principais atrações turísticas da cidade, atraindo multidões. O ingresso custa R$ 108 (R$ 90 para crianças até 12 anos e idosos). O elevador leva apenas 40 segundos para chegar ao 102º andar, que tem fantástica visão da cidade, piso de vidro, restaurante e lojinhas de souvenirs.

 

Mesmo com a permanente fiscalização da polícia, são muitos os camelôs nas principais avenidas vendendo bolsas, relógios e óculos de grifes famosas. Tudo falsificado…

 

Escolher um restaurante na cidade não é uma tarefa fácil. São 25 mil, com culinárias do mundo inteiro, de iemenita a moçambicana, da tibetana a brasileira. São pelo menos 20 casas com comida brasileira, as duas mais famosas, a Ipanema e Via Brasil na Rua 46, entre a Sexta e a Quinta Avenida, que se chama Little Brazil, mas que exceção dos dois restaurantes não tem mais lojas de brasileiros, como antigamente.

 

A loja do Metropolitan Museu, no Rockfeller Center, que tinha artigos maravilhosos, fechou as portas. Agora só na loja no próprio museu.

 

Antes era apenas a Gray Line, com seus ônibus de dois andares, que faziam passeios pela cidade, com parada em vários pontes turísticos. Hoje, são pelo menos cinco empresas, que oferecem vários tours. Os principais são Downtown, Uptown, Brookleyn, Bronx e Circuito Noturno. Ideal para quem vai à cidade pela primeira vez. Custam a partir de R$ 120.

 

A invasão dos brasileiros parece ter aumentado, devido à crise. O português é ouvido por toda parte, especialmente nas lojas de descontos, como a Century 21. Pelas ruas, todo mundo com muitas sacolas nas mãos.

 

Os táxis amarelos de Nova York não são caros, mas em certos horários de rush é impossível conseguir um. A melhor dica é o metrô, cuja passagem custa R$ 10 (o melhor é comprar um carnê de 10 ou 20 viagens). Com ele, pode-se ir a qualquer parte da cidade.

 

 

Author: João Alberto

Share This Post On