Diario de Pernambuco tem quatro vencedores no 23º Prêmio Cristina Tavares de Jornalismo

Com informações do Diario de Pernambuco

Os vencedores Wagner Oliveira, João Pascoal, Peu Ricardo e Greg. - Crédito: Roberto Ramos/DP

Os vencedores Wagner Oliveira, João Pascoal, Peu Ricardo e Greg. – Crédito: Roberto Ramos/DP

O Diario de Pernambuco venceu em quatro categorias na 23ª edição do Prêmio Cristina Tavares de Jornalismo e do 2º Prêmio de Jornalismo Literário, organizados pelo Sindicato dos Jornalistas de Pernambuco (Sinjope) e pela Federação Nacional dos Jornalistas (Fenaj). A cerimônia foi na noite dessa segunda-feira, no Cinema São Luiz. Ao todo, as versões impressa e digital do jornal estavam na final em sete categorias, com 12 trabalhos.

O repórter Wagner Oliveira foi o vencedor na categoria Reportagem e Reportagem com Desdobramento, com a matéria (In)Justiça, publicada na super edição de 17 e 18 de setembro de 2016. A reportagem conta a história de seis pessoas presas ou acusadas injustamente em Pernambuco.

Peu Ricardo, repórter fotográfico, recebeu o prêmio por sua imagem Gaivotas da Rua Azul. A foto conta o cotidiano de jovens da Favela do Papelão que, sem espaços públicos de lazer, se divertem saltando de pontes no Recife. Na categoria Ilustração/Charge, o desenho de Greg para o texto Borboleta não é peixe foi o grande vencedor. A ilustração fazia parte do texto do escritor Raimundo Carreiro.

E, por fim, no 2º Prêmio de Jornalismo Literário, na categoria Estudante, o repórter João Pascoal levou o troféu com seu trabalho Assombrações made in Pernambuco. A matéria foi publicada em 11 de setembro de 2016.

Share This Post On