Veganismo: tudo que você precisa saber sobre alimentação vegana

Nos últimos anos, houve um crescimento considerável no mercado vegano no Brasil. Estamos falando de um percentual de 40% ao ano, com dados ainda do começo de 2017. Em Pernambuco, especialmente no Recife, os números não são diferentes. Muitas pessoas resolveram mudar o seu estilo de vida e estão aderindo ao veganismo – principalmente, por motivos ideológicos em relação aos animais e meio ambiente.

A alimentação vegana consiste em comidas que não tenham derivação animal – Crédito: Reprodução / Pixabay

O veganismo, diferente do vegetarianismo, não é apenas uma dieta, uma questão alimentícia. “Vegetarianismo é o termo apenas no âmbito alimentar. O termo veganismo se estende para outras esferas: roupas, cosméticos, medicamentos”, explica Carlos Teotônio, médico especialista em Nutrologia, com certificado em Nutrição à base de plantas, atendendo o público onívoro e vegetariano do Recife.

As restrições alimentares do vegano e do vegetariano também são distintas. Um vegetariano pode ou não comer alimentos derivados de ovos e leite, opção inexistente para um vegano, que tem um regime ainda mais restrito, por ser origem animal. Segundo a publicitária Maria Eduarda Pinteiro, que aderiu ao veganismo há quatro anos, não há dificuldade para seguir esse lifestyle no Recife. “O mercado está muito acessível aos veganos, encontramos comidas veganas e vestuário também com muita facilidade. Tem excelentes marcas de maquiagem e cosméticos no geral, que são veganas, em muitas lojas do Recife”.

A combinação de arroz, feijão e legumes é uma simples e fácil sugestão de prato vegano – Crédito: Reprodução /altoastral.com.br

Para Maria Eduarda, existe um desafio. “A maior dificuldade são as pessoas que não são veganas. Elas ficam tentando nos questionar o tempo todo, querendo achar algum erro no nosso estilo de vida”, se queixa. Ela explicou que sua dieta contém muitas leguminosas, como feijão, grão de bico e ervilha. É importante ressaltar a importância de um acompanhamento profissional neste tipo de alimentação.

Maria Eduarda Pinteiro é vegana há quatro anos – Crédito: Gabriel Melo/Esp. DP

A arquiteta Eduarda Curra faz parte de uma parcela da população que está tentando aderir ao veganismo: “Desde que decidi fazer essa mudança na minha vida eu busquei acompanhamento. Não sabemos exatamente o que nosso corpo precisa e às vezes podemos estar em falta com ele. Além disso, algumas suplementações e orientações são importantes para fazer as substituições”, disse.

Eduarda Curra resolveu tentar aderir ao veganismo – Crédito:
Tatiana Sotero/DP/

Em entrevista ao Blog João Alberto, a culinarista Dany Santos destacou os itens mais utilizados em receitas veganas. “Os ingredientes mais utilizados em vários povos são os cereais e as leguminosas, porque juntos formam uma proteína vegetal completa”, explica. “O principal é usar temperos, alho, cebola, cebolinha, especiarias como cúrcuma, pimenta do reino, orégano, a fim de deixar o alimento saboroso”, indica a pernambucana. 

Confira entrevista com o nutrólogo Carlos Teotônio para entender o veganismo:

 É possível ter uma base de todos os nutrientes em uma alimentação vegana?
Todos os nutrientes podem ser conseguidos numa alimentação vegana balanceada com exceção da Vitamina B12, que precisará ser suplementada. Essa Vitamina não é produzida nem por animais nem por vegetais; ela é produzida por bactérias que colonizam e protegem os animais, inclusive nós, seres humanos. A Vitamina B12 será ingerida,portanto, por pessoas que consomem tecidos animais. Acontece que mesmo os pacientes onívoros estão com Vitamina B12 baixa devido ao processo de sanitarização das cidades, que culminou numa eliminação/redução substancial das bactérias produtoras da B12 nos alimentos.

O grão-de-bico é uma opção de grão para dieta vegana – Crédito: Reprodução / Pixabay

Nos últimos anos, a quantidade de pessoas aderindo ao estilo de vida vegano aumentou. O que você acredita que tem ocasionado essa mudança?
O despertar por uma consciência de que os animais sofrem tanto quanto os seres humanos e estão aqui conosco e não para nós. Além disso, vários são os estudos que comprovam que os alimentos de origem animal são inflamatórios e cancerígenos e contribuem para a destruição do meio ambiente. O paradigma da alimentação com carne e leite já foi derrubado há muito tempo pela Medicina, falta apenas o despertar das pessoas.

Quais conselhos você daria para quem quer aderir ao veganismo?
Ler sobre o assunto, procurar um médico e um nutricionista com aptidão para acolher esse desejo e conduzir da melhor forma.

Quais os principais alimentos que fazem parte de uma dieta vegana?
A dieta vegana se baseia em não ingerir alimentos do reino animal. Claro que é importante notar que alimentos ultraprocessados não são saudáveis, seja vegano ou não, é preciso evitar excesso de óleos, frituras, comer alimentos integrais, etc.

Para uma alimentação saudável vegana, é importante evitar frituras – Crédito: Thinkstok

Leia também as dicas da culinarista Dany Santos:

Quais restrições alimentares de um prato vegano?
Nunca colocar nenhuma fonte de origem animal. Sendo elas as carnes vermelhas, brancas (frango e peixe), ovos, mel, pólen, leite e seus derivados, como os queijos, manteigas, iogurtes, achocolatados, chocolate ao leite, etc. Vale sempre lembrar a diferença entre vegetariano e vegano, um dos pontos mais importantes: o veganismo é uma filosofia e uma maneira de viver que exclui, na medida que for possível e praticável, todas as formas de exploração e crueldade animal; seja ela para alimentação, vestuário, qualquer produto, seja ele de higiene pessoal ou limpeza, que faça teste em animal é considerado vegetarianismo estrito. Existe também a dieta vegetariana que exclui origem animal da alimentação, mas não segue a filosofia vegana.

Comida vegana é mais cara?
Não. Se a alimentação for natural, à base de arroz, feijão e vegetais, fica muito mais acessível, comparado aos alimentos de origem animal. Nas feiras orgânicas e agroecológicas, encontramos itens muito mais baratos do que em supermercados onde tem vegetais transgênicos, ricos em agrotóxicos, trazendo muitos malefícios para a saúde. Tem também a questão do pequeno produtor pouco valorizado. Quando se tem todo o cuidado da sazonalidade do alimento, plantar, regar e colher e trazer até a nossa mesa com muito menos recursos do que o agronegócio. Produtos industrializados também têm seu valor elevado sendo ele de origem vegetal ou animal. Devemos observar nossos hábitos, descascar mais e desembalar e desperdiçar menos.

Quais primeiros pratos você indicaria para quem está tentando aderir ao veganismo?
Existe muita opção. Um mundo de possibilidades é aberto quando começamos a experimentar a cozinha vegetariana estrita. Algumas das opções são: arroz com brócolis ou com outros legumes, hambúrgueres vegetais (com a base de feijão preto, branco ou grão de bico), legumes refogados, purê de batata ou macaxeira com azeite, e água dá cremosidade e ajuda a substituir a lactose. O principal é usar temperos, alho, cebola, cebolinha, especiarias como cúrcuma, pimenta do reino, orégano, a fim de deixar o alimento saboroso. Mas é importante equilibrar de acordo com o gosto, porque não existe comida vegana ruim, ela só não foi bem preparada.

É possível fazer sobremesas veganas com a substituição de ingredientes. Na foto, doce de leite de castanha de caju – Crédito: Reprodução / www.escolhaveg.com.br

Confira uma lista com os restaurantes da capital pernambucana que oferecem opções veganas:

Yutake sushi – Av. 17 de agosto, 789, Casa Forte

Pizzalize – Rua da hora, 5, Espinheiro

Orgânico 22 – Rua 12 de outubro, 15, Graças

Papaya Verde – Rua Santo Elias, 490, Espinheiro

Greenmix – Avenida Conselheiro Aguiar, 1044, Boa Viagem

Mura Orora – Avenida 17 de Agosto, 1008, Parnamirim

Mooo Hamburgueria Gourmet – Avenida Domingos Ferreira, 4236, loja B, Boa Viagem

Udon Cozinha Oriental – Rua Raimundo Freixeiras, 175, Casa Amarela

Dog On The Road – Shopping Recife 

Under Sports Bar – Avenida Boa Viagem, 618, Boa Viagem

Fruteto Cozinha Artesanal – Apenas delivery

Flô de Jambo Vegetariano – Rua Joaquim Xavier de Andrade, 151, Poço da Panela

Lono Haiwaiian Food – Rua Antônio Novais, 192, Graças

Manu Tenório Café – Avenida Conselheiro Aguiar, 1552, Boa Viagem

Restaurante IT – Rua Professor Eduardo Wanderley Filho, 187, Boa Viagem

Comida de Unicórnio – Apenas Instagram

Leia mais sobre o assunto:

Maria Eduarda Pinteiro lança linha de doces veganos

Doze restaurantes com pratos veganos no Recife

Author: Júlia Molinari

Share This Post On

Submit a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*