Por dentro das coberturas: o triplex à beira do rio Capibaribe de Danielle e João Janguiê

Danielle e João Janguiê moram desde 2012 na cobertura na Av. Beira-Rio – Crédito: Nando Chiappetta/DP 

Danielle Janguiê não tinha pretensão de morar numa cobertura. O marido João Janguiê só a levou para conhecer a nova residência da família quando a compra do imóvel já estava prestes a ser finalizada. “Disse que eu não o deixaria comprar”, lembra ela bem-humorada. A advogada conta que, antes da mudança, o casal vivia com os dois filhos em um apartamento na mesma avenida, Beira Rio, no bairro da Torre. Agora, na Ilha do Retiro, os quatro desfrutam de mais espaço num triplex de 510 metros quadrados.  

Crédito: Nando Chiappetta/DP

A família se mudou para lá em 2012, após uma reforma de seis meses. Fechado por dois anos, o apartamento precisou passar por alguns ajustes. Entre eles, uma reforma para o closet de Danielle e um dos quartos, que precisou ser transformado em biblioteca para receber a enorme coleção de quadrinhos de João. São cerca de 20 mil HQs, que ocupam também uma parte de uma das salas do triplex. “Daqui a pouco não tenho onde dormir”, brinca Danielle, revelando ainda que o marido viaja sempre a São Paulo para comprar as revistas, que coleciona há mais de 40 anos.

João Janguiê coleciona quadrinhos há 40 anos – Crédito: Nando Chiappetta/DP 

Crédito: Nando Chiappetta/DP

O imóvel tem seis quartos, nove banheiros, quatro salas, varanda e área da piscina. Esta última é a parte favorita da família na casa. Um pequeno lounge foi montado pelo casal com sofás e cadeiras em estampas florais, além de plantas espalhadas pelo espaço, criando um clima aconchegante e natural. “Nos finais de semana, é parada obrigatória”, conta Danielle. “Sentamos sempre para apreciar a lua, beber um vinho ou mesmo para tomar banho de piscina à noite”, completou.

A piscina é o ambiente perfeito para se tomar um vinho e apreciar a lua – Crédito: Nando Chiappetta/DP 

Localizada no topo do edifício, a área tem uma linda vista para o rio Capibaribe. Lá de cima é possível ver, além da Ilha do Retiro, o bairro de Boa Viagem, o Marco Zero e Olinda. “É, de fato, nosso melhor lugar”, reforça Danielle. A paisagem proporcionou à família um réveillon especial, onde receberam amigos e puderam ver fogos de artifício em vários pontos da cidade. Mas se engana quem pensa que o casal costuma dar grandes festas em seu apartamento. “Preferimos encontros intimistas marcados de última hora”, explica a advogada.

Crédito: Nando Chiappetta/DP

Descendo para os outros cômodos, Danielle explica que o casal tentou fazer uma decoração mais moderna. Apesar dela não são ser “muito chegada” a antiguidades, o marido gosta de elementos mais clássicos. A vontade da advogada prevaleceu, mas o patriarca da família ainda tenta incorporar um item ou outro que atenda ao seu estilo. 

Crédito: Nando Chiappetta/DP 

Crédito: Nando Chiappetta/DP

Crédito: Nando Chiappetta/DP

A sala principal do triplex tem o piso revestido por um porcelanato bege, dando um toque clássico, contemporâneo e chique à decoração do apartamento, que ainda é composta por paredes brancas, proporcionando uma sensação de amplitude do espaço. Cadeiras brancas e um tapete felpudo no mesmo tom criam uma atmosfera confortável, que é completada com dois sofás em cores diferentes, dando o contraste necessário. Um mural em cima do estofado marrom com gravuras diferentes completam a decoração combinando com os tons usados na sala. Para completar, uma parede e uma escada em mármore preto dão o  toque refinado para o ambiente se manter a cara da sua dona, que “sempre preza” pelo moderno. 

Leia também:
Por dentro das coberturas: cinco mil discos e uma tela de cinema no triplex de Daniel Aragão

Por dentro das coberturas: o incrível museu particular de João Marinho

Author: Bettina Novaes

Compartilhe este post