Oito brasileiros na lista das pessoas mais influentes na moda de 2018

A BoF 2018 foi anunciada nesse domingo. – Crédito: Reprodução/BoF 2018

A Business of Fashion, empresa de mídia voltada para a indústria da moda foi criada por Imran Amed em 2007, existe com o objetivo de ser um recurso para executivos, estudantes, criadores e empreendedores em mais de 200 países. Todo ano, a BoF publica a lista das 500 pessoas mais influentes e que colaboram com o mundo da moda. A lista é feita a partir de nomeações de membros já presentes na BoF 500 junto a uma extensa análise de dados.  

BoF 500 deste ano conta com 96 novos nomes de 63 nacionalidades diferentes, que representam cada face de uma indústria que fatura mais de R$ 2.4 trilhões anualmente. Entre as possíveis categorias que a Business of Fashion propõe, temos: catalizadores, designers, classe criativa, executivos, tecnologia da moda,mídia, modelos e revendedores/lojas. 

Oito brasileiros estão presentes na lista. Entre eles Alexandre Birman, CEO da Arezzo e Carlos Jeiressati Filho, presidente do Grupo Iguatemi. Confira a lista completa dos brasileiros nomeados:

Alexandre Birman

Birman já produziu sapatos exclusivos para Kate Hudson, Demi Moore, Anna Paquin, Jessica Alba e Katy Perry.Crédito: Reprodução/Divulgação Alexandre Birman

Alexandre Birman é um designer de sapatos e empresário brasileiro. Além de sua linha auto nomeada, é dono das marcas Arezzo, Schutz e Anacapri. Algumas criações são desenhadas sob encomenda e produzida apenas um par de cada número.

Carlos Jereissati Filho

Carlos Jeiressati foi honrado como ‘Jovem Líder Mundial’ pela World Economic Forum em 2007. – Crédito: Daniela Toviansky/Divulgação

Carlos é presidente e CEO da rede de shopping centers de luxo Iguatemi, que atraiu marcas como Burberry e Tifanny a expandirem no país.  De descendência libanesa, Jereissati desempenhou um papel importante no posicionamento da rede Iguatemi no Brasil, além de ter sido o primeiro a introduzir um serviço VIP de conciérge de compras.

Daniela Falcão 

Daniela trabalhou durante oito anos na Folha de São Paulo, onde escreveu, por grande parte do tempo, no caderno de política. – Crédito: Reprodução/Divulgação Daniela Falcão

Daniela Falcão é diretora editorial do Globo Condé Nast, onde supervisiona a Vogue Brasil junto à outras revistas que compõe o portfolio do empreedimento conjunto, responsável também pela edição brasileira da GQ, Casa Vogue e Glamour.  

Giovanni Bianco 

Fora do mundo da moda, Giovanni também é conhecido por colaborar com a cantora Madonna em algum de seus álbuns e tours globais desde 2004. – Crédito: Reprodução/ffw.uol.com.br

Giovanni Bianco é o fundador da GB65, uma agência de publicidade reconhecida internacionalmente por campanhas especializadas em moda, luxo, lifestyle e entretenimento. A GB65 produz através de uma combinação inovadora em direção de arte, design e fotografia de topo de linha com atenção aos mínimos detalhes – o que faz a agência se destacar na indústria com seu serviço inovador e excepcional. Giovanni colaborou com campanhas de marcas como Miu Miu, Versace, DSquared2, Dolce & Gabbana, Nike, Agnona, Salvatore Ferregamo e Missoni. Editorialmente, Bianco contribuiu com a V Magazine, L’Uomo Vogue, Vogue Japan e Vogue Korea. 

José Auriemo Neto 

Além do Shopping Cidade Jardim, José administrou a construção de shoppings como o Metrô Tucuruvi, o Bela Vista em Salvador e o Ponta Negra em Manaus. – Crédito: Reprodução/Divulgação José Auriemo Neto

Auriemo Neto é presidente da JHSF Participações SA, imobiliária focada no desenvolvimento comercial e residencial em propriedades pelo Brasil todo. Ele administrou um grande portfolio de shoppings e complexos imobiliários. Em 2009, José supervisionou sua primeira empreitada no mundo das compras, onde assinou parceria exclusiva com lojas como Hermès, Pucci and Jimmy Choo na criação do Shopping Cidade Jardim. 

Maria Prata

Maria Prata desenvolve o papel importante de abrir caminho entre a América Latina e o cena de moda global. – Crédito: Reprodução/www.retratorio.com.br

Maria Prata foi anfitriã do Mundo S/A na Globo News. Graduada pela London College of Fashion, foi editora da Vogue Brasil com apenas 25 anos de idade. Prata também foi diretora editorial da Harper’s Bazaar Brasil e editora chefe do canal Fashion TV at Turner.

Natalie Klein

Nathalie Klein lançou, em 2012, uma loja virtual que oferece looks personalizados e um estilista virtual 24 horas. – Crédito: Reprodução/Divulgação Natalie Klein

Com apenas 21 anos, Natalie Klein abriu sua boutique multi-marcas luxuosas em São Paulo. A loja desempenhava uma curadoria meticulosa de produtos de marcas de designers como Chloé e Bulmarine – o que virou destaque perante outras boutiques. Klein abriu sua segunda loja no Rio de Janeiro, em 2010, depois de uma concessão de sucesso para a abertura da primeira loja da Marc Jacobs no Brasil, no Shopping Iguatemi. 

Paula Cadermatori 

Em 2016, Paula assinou um contrato de expansão estratégica de sua marca com Renzo Rosso. – Crédito: Reprodução/revistadonna.clicrbs.com.br

Paula Cademartori passou três anos como designer no departamento de acessórios da Versace, em Milão. Em 2009, participou de um concurso de talentos da Vogue, onde deu entrada com uma coleção de 32 peças de calçados. Em 2010, depois de ter trabalhado como consultora de design, Cademartori lançou sua linha de bolsas. Sua marca virou, então, um hit em looks de Anna Della Russo e Miroslava Duma. 

Compartilhe este post

Escreva um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.