Justiça nega ‘sigilo’ em processo de banco contra Rodrigo Bocardi

Rodrigo Bocardi

Rodrigo Bocardi foi processado e condenado a pagar mais de R$ 580 mil ao banco Itaú. A informação é do portal de notícias UOL.
Durante a ação, o banco pediu que o processo corresse em segredo de Justiça, mas o pedido foi negado pela juíza Fabiana Feher Recavens, da 1ª Vara Cívil de São Paulo. As novas informações foram divulgadas pelo colunista Ricardo Feltrin, do UOL.

A alegação para o pedido feito pelos advogados do banco é que Bocardi é profissional de notoriedade com centenas de milhares de seguidores em suas redes sociais. Daí a ‘necessidade” de sigilo para “preservar” sua imagem. Apesar disso, a juíza negou e afirmou “indefiro a tramitação sob ‘segredo de justiça’. No mais, cumpra-se a sentença”. O processo do Itaú contra Rodrigo Bocardi teve início em agosto. O jornalista concordou em pagar a dívidaem 36 parcelas, no entanto, não cumpriu o acordo e o banco retornou com o processo. A Justiça confirmou a dívida e Bocardi terá de pagar três parcelas de cerca de R$ 195 mil ao Itaú.

Author: Marina Simões

Compartilhe este post

Escreva um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.