Palio Weekend sai de linha

A Fiat anuncia que a Palio Weekend, lançada em fevereiro de 1997, deixa de ser fabricada hoje Ao longo desses 23 anos, o modelo – espaçoso e robusto – teve mais de 530 mil exemplares produzidos em Betim (MG).

A legislação brasileira diz que, a partir deste mês, todos os carros novos no país terão que trazer encosto de cabeça e cinto de segurança de três pontos para o número de ocupantes homologados (cinco pessoas, no caso da Weekend ), além de fixadores do tipo Isofix para cadeirinhas de crianças.

A velha station wagon não dispunha de todos os equipamentos exigidos e nem valeria a pena para a Fiat fazer a adaptação, posto que o modelo teve apenas 3.185 unidades produzidas ao longo de todo o ano passado.

A morte da Weekend marca ainda o fim da produção no Brasil das caminhonetes derivadas de carros de passeio – um fenômeno que nasceu junto com a indústria automobilística brasileira, em 1956, com as primeiras DKW-Vemag, e ganhou força total na década de 70 com as Ford Belina , Chevrolet Caravan e VW Variant.

Os anos 80 foram o tempo de VW Parati e Quantum, Chevrolet Marajó e Fiat Panorama. Em 1992, o presidente Fernando Collor caiu por causa de uma Fiat Elba.

Nos últimos anos, contudo, os utilitários esportivos tomaram o público das station wagons – e isso vem acontecendo em todo o mundo. Apesar do encerramento da produção, a Weekend continuará a figurar no site da Fiat até o fim do estoque, em duas versões: a básica Attractive 1.4 (com preço de R$ 68 mil) e a aventureira Adventure 1.8 (R$ 85.590).

Author: João Alberto

Compartilhe este post

Escreva um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.