Senhas inseguras

Em meio a notícias de golpes de Black Friday e vazamentos de credenciais de acesso , a preocupação do internauta com a proteção por meio de uma senha forte continua em baixa. Segundo levantamento da empresa de segurança Nordpass , velhas conhecidas de outros anos, como “12345” e “11111” novamente marcaram lideranças no ranking das 200 palavras-passe mais comuns utilizadas pelas pessoas.

Uma das novidades deste ano é a palavra “senha”, assim mesmo, em bom português, figurando entre as 10 primeiras, um pouco depois de sua contraparte em inglês, “password”. A esmagadora maioria das senhas listadas no ranking, segundo a Nordpass, foram quebradas com menos de um segundo de tentativa.

Nessa parte, há um problema sério: a segunda colocada do ranking de 2019 – “123456” – ficou na primeira posição em 2020, ao passo que “111111” e “123123” saltaram, respectivamente, da 17ª para a sexta e da 18ª para a sétima posições. O entendimento é o de que as pessoas não apenas não estão prestando muita atenção no reforço de suas próprias senhas, mas também aumentaram o uso daquelas menos recomendadas, amplificando o potencial de falhas humanas de segurança.

Author: João Alberto

Compartilhe este post

Escreva um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.