Voluntária produz bijuterias para ajudar na manutenção da Associação de Parkinson de PE

Foto: Divulgação

Com o intuito de ajudar na manutenção da  Associação de Parkinson de Pernambuco (ASP-PE), a advogada e artesã Isabela Moraes, de 29 anos, vem dando exemplo sobre solidariedade em Pernambuco. No tempo livre, Isabela produz bijuterias e cresce no seu papel de voluntária: “Eu não posso ajudar financeiramente, então ajudo com mão de obra do trabalho, e assim funciona a roda da solidariedade. Acredito muito que o meu trabalho como artesã, voltado para a causa social, pode colaborar para o que eu sei ajudar “contou. Ela está inscrita na plataforma Transforma Recife, uma instituição digital atua no direcionamento e conexão entre entidades que precisam de recursos e pessoas ou grupos voluntariados.

Os materiais que Isabela utiliza são repassados pela ASP-PE, já a mão de obra é de responsabilidade da voluntária. As bijuterias, além de serem vendidas no bazar da entidade, ganham reforços da própria artesã, que divulga entre os amigos e familiares. A Associação de Parkinson de Pernambuco atende cerca de 180 portadores da doença, oferecendo, diariamente, um conjunto de serviços que ajudam no desenvolvimento dos portadores da patologia, como tratamentos de saúde, terapias, oficinas, entrega de medicamentos, palestras e atividades de lazer. 

Para ajudar a associação com doações, o valor pode ser depositado na Caixa Econômica Federal, na agência 1294, conta 3061-6, operação 003. A ASP-PE atende pelo telefone (81) 3424.2710.


Author: Lara Calábria

Compartilhe este post

Escreva um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.