Lipo sem cirurgia

Portal Terra/Reprodução

A cada verão o desespero é o mesmo: todos aqueles meses de orgias gastronômicas são lembrados diariamente quando olhamos aquela barriguinha incômoda, o culote, as coxas grossas. Enquanto alguns apostam na combinação de reeducação alimentar com exercícios físicos, para outros a gordura localizada persiste mesmo depois de todos esses sacrifícios. A saída seria, então, entrar na faca para eliminar esses reservatórios de gordura.

Mas, atualmente, o avanço da medicina estética já permite que outros tratamentos menos dolorosos e invasivos sejam feitos – e com ótimos resultados. Os aparelhos de ultrassom são a grande tecnologia salvadora dos corpos em forma, pois ajudam a quebrar as células de gordura (chamadas adipócitos) e reduzir medidas.

A Clínica Stesis, em São Paulo, por exemplo, desenvolveu um tratamento exclusivo chamado Drenagem Lipossônica Ativa (DLA). Usando um ultrassom tridimensional, um gel que ajuda a queimar gordura e a técnica de massagem criada pelo fisioterapeuta da casa, Dino Aurélio Volpes, o tratamento consegue reduzir já na primeira sessão cerca de 8 centímetros. “Já tivemos pacientes que perderam 12, 21 centímetros na primeira vez”, afirma o especialista.

O procedimento pode ser feito no abdômen, coxas e glúteos, e ainda ajuda a melhorar o aspecto da celulite. Costas e braços podem ser feitos, mas é preciso uma avaliação mais detalhada, já que o resultado não é tão satisfatório.

Antes de sair correndo em busca do tratamento, fica uma ressalva: a gordura não é eliminada do corpo. “O fígado transforma a gordura em glicose, deixando esse estoque de energia disponível para o corpo”, explica o fisioterapeuta. “Por isso, recomendamos que a pessoa fique 48 horas sem comer carboidratos, para queimar esse estoque e não acumular mais”, diz.

Outro ponto importante é que a perda de medidas não significa perda de peso. Na verdade, a gordura é leve – o que mais pesa no nosso corpo são ossos, músculo e vísceras. “A perda de medidas é retirada de gordura localizada, não de quilos extras”, afirma Dino Volpes.

Author: admin

Share This Post On