Jantar no Palácio reúne PIB pernambucano

João Doria e Guilherme Machado - Crédito: Raul Buarque/PCP/Divulgação

O presidente do Lide Brasil, João Dória Jr. e o diretor geral dos Diarios Associados no Nordeste, Guilherme Machado – Crédito: Raul Buarque/PCP/Divulgação

Após dez anos sem vir ao Recife, o presidente do Grupo de Líderes Empresariais no Brasil (Lide), João Dória Jr, prestigiou evento do Lide-PE, aqui presidido por Drayton Nejaim, nesta sexta-feira, no Palácio do Campo das Princesas. Como disse o governador João Lyra, o evento “reuniu o PIB de Pernambuco”. Apesar de ausente, Eduardo Campos foi lembrado em palavras e aplausos, em algumas vezes que seu nome foi pronunciado. O ex-governador encontrava-se em agenda de campanha com Marina Silva em Manaus, onde pernoitou.

João Dória discursa - Foto: Cecília Ramos/DP DA Press

João Dória discursa – Foto: Cecília Ramos/DP DA Press

Dória fez um ode a Eduardo, a quem se referia como governador. Disse ser um entusiasta de sua candidatura presidencial e afirmou que, como filho de baiano, acredita na força do Nordeste  e prevê que a história de Eduardo pode se fundir com a do Brasil. “Vibrem porque um pernambucano pode reescrever a história”. Dória comandará um almoço-debate do Lide no Hotel Grand Hyatt, no Morumbi, em São Paulo segunda-feira. Disse que já são 562 pessoas inscritas. Esses eventos costumam reunir a “nata”empresarial paulistana. O último ocorreu em torno do também presidenciável Aécio Neves (PSDB-MG). E, segundo Dória, o de Eduardo já deve superar o do mineiro em número de participantes.

João Lyra discursa - Foto: Cecília Ramos/DP DA Press

João Lyra discursa – Foto: Cecília Ramos/DP DA Press

Já na sua fala, João Lyra voltou a garantir que seu governo será de “continuidade”e puxou aplausos para Eduardo ao dizer que tem muita “honra” por ter sido seu vice.“Não tem governo João Lyra. Vai ter a conclusão de um governo iniciado em 2007, por um grande brasileiro. O importante para nós é consolidar as conquistas”.

Leila Queiroz e Cristina Melo - Crédito: Raul Buarque/PCP Imprensa

Leila Queiroz e Cristina Mello – Crédito: Raul Buarque/PCP Imprensa

A primeira-dama de Pernambuco e do Recife, Leila  Queiroz e Cristina Mello, respectivamente, coincidiram na preferência pelo clássico preto e branco e estavam muito elegantes para a noite, cujo dress code no convite pedia “passeio completo”. Entre os que prestigiaram a noite:  Ricardo Brennand, Carlos Eugênio Brennand, José Eustácio Vieira, João Marinho, Bruno Schwambach, Paula Meira, Edson Moura, Celso Muniz, Marcos Tavares, Fernando Queiroz Galvão… Do governo estavam Fred Amâncio (Planejamento), Luciano Vasquez (Casa Civil), Márcio Stefanni (Desenvolvimento Econômico e Suape), e Roberto Tavares (Compesa). Ângela Mota comandou o cerimonial.

Fernando e Raquel Lyra; Sophia Lins e Drayton Nejaim; Paula Meira e Leila Queiroz; Bia Dória - Fotos: Cecília Ramos/DP DA Press

Fernando e Raquel Lyra; Sophia Lins e Drayton Nejaim; Paula Meira e Leila Queiroz; Bia Dória – Fotos: Cecília Ramos/DP DA Press

Após o jantar, João Dória e a mulher, Bia, seguiram para o Nannai. O casal lamentou não dar tempo de circular mais pelo Recife. E Bia, que adorou o pastel de festa, acabou levando uma das sobremesas favoritas do marido: bolo de rolo. Sem cerimônias, saiu com uma embalagem de papel alumínio nas mãos.

Bia Dória, Cristina Mello e Sophia Lins - Foto: Cecília Ramos/DP DA Press

Bia Dória, Cristina Mello e Sophia Lins – Foto: Cecília Ramos/DP DA Press

Author: Cecília Ramos

Share This Post On