Bloco Malagasy, de Madagascar, pela primeira vez no Recife

Crédito: Malagasy/Divulgação

Crédito: Malagasy/Divulgação

O “Bloco Malagasy”, grupo de percussão afro-brasileira formado por meninas de bairros carentes do sul de Madagascar vem para uma turnê inédita no Brasil, que inclui Recife no roteiro. Após apresentações em Madagascar, na Espanha, Camboja e Tailândia, a primeira parada em terras tupiniquins será no estado de Pernambuco, com apresentações de 4 a 9 de julho. A primeira exibição acontecerá na sexta-feira, durante a partida entre Brasil e Colômbia, na Fifa Fan Fest. Confira a agenda:

4 de julho

17h – Animação da Fifa Fun Fest do Recife durante a partida Brasil-Colômbia.

Cais da Alfândega, s/nº, Recife Antigo.

5 de julho

11h – Concerto no Instituto Cervantes do Recife.

11h45 – Após o concerto, os responsáveis pelo projeto darão a conferência “O uso da arte e da música na educação”. Av. Gov. Agamenon Magalhães, 4535, Derby.

15h – Visita à cidade de Olinda.

6 de julho

16h – Apresentação no centro do Recife dentro de Encontro de Maracatus.

7 de julho

9h – Visita ao Recife.

19h – Concerto no Cinema da Fundação Joaquim Nabuco, seguido da palestra: “Expressões da Cultura afro-brasileira e projetos educacionais: uma experiência em Madagascar”.

Encontro com os alunos do projeto LABdidática (Laboratório Acervos e Materiais Didáticos da Fundação Joaquim Nabuco. O projeto trabalha na pesquisa, criação e divulgação de recursos para o desenvolvimento de estudos Afro-brasileiros. Rua Henrique Dias, 609, Derby.

8 de julho

Visita ao Litoral Sul de Pernambuco.

9 de julho

19h30 – Concerto na Aliança Francesa.

Após o concerto, os membros do Bloco Malagasy farão uma apresentação sobre seu projeto na ilha de Madagascar. A apresentação será acompanhada por uma exibição fotográfica de Madagascar.

A turnê pelo Brasil traz 10 representantes do Bloco Malagasy que é composto por 70 meninas de 12 a 25 anos, originárias de Tulear, no sudoeste de Madagascar. A iniciativa é organizada pelas ONGs Bel Avenir e Agua de Coco/Eau de Coco.

Author: Thayse Boldrini

Share This Post On