Felipão deveria pedir para sair

Luiz Felipe Scolari/CBF/Divulgação

Luiz Felipe Scolari/CBF/Divulgação

Felipão arrogante teve um bom comportamento depois do vexame no Mineirão. Ao contrário de Dunga que na África do Sul fugiu para o vestiário no final do jogo, ele foi consolar os jogadores em campo e até trocou palavras com atletas da Alemanha. Na sua entrevista coletiva estava sóbrio, sem as costumeiras ironias. Nem mandou jornalistas para o inferno, como fez várias vezes na Copa. Assumiu a responsabilidade pelo vexame e não quis colocar, como muitos esperavam como desculpa a ausência de Neymar. Pediu desculpas aos brasileiros, mas isto é muito pouco. Deve entregar o cargo, inclusive porque mesmo perdendo sai com a conta bancária recheada, pelo belo salário que recebia (R$ 800 mil por mês) e pela fortuna que faturou em incontáveis comerciais. Tem um final de carreira melancólico. Como técnico do Palmeiras, comandou o time na maior parte da campanha que levou o time paulista a cair para a série B do Brasileirão. Como prêmio, ganhou o posto de técnico do Brasil. Deve mesmo se aposentar e curtir a vida, comemorando a fase de brilho que teve no futebol.

 

Author: João Alberto

Share This Post On