A revolta de Marta Suplicy

Marta Suplicy/Divulgação

Marta Suplicy/Divulgação

 

A ministra da Cultura, Marta Suplicy, está descontente – ou mais do que isso – com a convocação de Juca Ferreira, já de licença da Secretaria Municipal de Cultura de São Paulo, para atuar no programa de cultura da campanha de Dilma Rousseff. Juca é amado e odiado nos círculos culturais brasileiros e Ana de Hollanda, ex-ministra da Cultura, o define como “figura belicista”. Aos chegados, Ferreira, diante desse chamado, já acha que, Dilma vencendo, poderá voltar a ser ministro. Já Marta Suplicy não esconde sua decepção por não ter sido a escolhida pelo PT para ser candidata a governadora de São Paulo, ela que já tinha sido excluída na disputa pela Prefeitura de São Paulo. E não para de citar a pífia participação de Alexandre Padilha, poste que Lula queria eleger governador de São Paulo e que não passa do terceiro lugar em todas as pesquisas.

Author: João Alberto

Share This Post On