Uma decisão antecipada e condenado do mensalão está livre na Itália

Cesare Battisti/Divulgação

Cesare Battisti/Divulgação

Estava mais do que evidente que o governo da Itália não iria autorizar a extradição do ex-diretor do Banco do Brasil, Henrique Pizzolato, condenado a 12 anos de prisão pelo mensalão, que tem cidadania italiana. Mesmo ele tendo usado documento do irmão morto para entrar no país, foi liberado. E está leve, livre e solto, vivendo como na Itália?

A Itália, e convenhamos com toda razão, nunca aceitou o Brasil não ter extraditado Cesare Battisti, condenado à prisão perpétua na Italia acusado de vários crimes de morte. Hoje, vive igualmente leve, livre e solto no Brasil.

 

 

Author: João Alberto

Share This Post On