Renato Ignácio: “Sou um grande fã do Raul e me envolvi profundamente com esse projeto”

O ator e músico Renato Ignácio recebeu a missão de dar vida ao cantor Raul Seixas durante o musical Viva Raul, que chega ao Recife em apresentação única no dia 30 de maio, no Teatro Guararapes. O ator bateu um papo com a equipe do Blog João Alberto e contou como entrou no mundo da música, quando começou a perceber que parecia com o homenageado, como foi a preparação para o musical e seus planos para o futuro. Confira:

Créditos: Andrea Simões/ Divulgação

Créditos: Andrea Simões/ Divulgação

 1) Como foi sua iniciação na música?
Eu ganhei um violão quando tinha 10 anos e foi ai que eu comecei a me envolver com a música. Quando eu fiz 15 anos comecei a compor músicas e foi quando comecei a ter bandas e tocar em bares e afins.

2)  Como  descobriu que poderia trabalhar como cover do Raul Seixas?
Foi perto dos 15 anos. Eu comecei a compor as músicas e as pessoas falavam que parecia com as canções dele e também falavam que existia uma semelhança muito grande com ele. Foi quando eu comecei a perceber e vi que realmente existia.

Crédito: Anderson Xexa/ Divulgação

Crédito: Anderson Xexa/ Divulgação

3) Você sempre foi fã do Raul ou o seu interesse pelas músicas dele aconteceu depois da sua descoberta?
Eu sempre ouvi as músicas do Raul, sempre gostei muito! Depois que as pessoas começaram a falar da semelhança e quando eu percebi a semelhança, comecei a me dedicar mais a aprender sobre a obra. Comecei a ouvir muito mais e me apaixonei de uma forma sem explicação. Cerca de seis anos atrás eu resolvi que queria levar o Raul de volta para os palcos e foi quando eu comecei o projeto cover.

4)  Você já foi parado na rua por pessoas que te acham parecido com o Raul?
Hoje em dia isso acontece demais, quase todo dia alguém chega me pedindo foto ou falando da semelhança. Eu me envolvi muito com o projeto de dar novamente vida ao Raul, logo, acabei fazendo de tudo para ficar muito semelhante. Ser parado por pessoas na rua, hoje, é algo muito normal pra mim, as vezes é engraçado, mas se tornou natural.

Crédito: Anderson Xexa/ Divulgação

Crédito: Anderson Xexa/ Divulgação

5) Como foi a sua preparação para o musical?
Eu já estava imerso no meu projeto pessoal de cover do Raul então não teve muita alteração. Eu escutava todos os CDs, assistia vídeos das apresentações, de participações dele em programas. Eu quis ficar o mais parecido possível, não bastava ser só fisicamente, tinha que aprender os jeitos, tiques e tudo mais.

6)  Você tem receio de ficar para sempre conhecido como o cover do Raul Seixas?
Não tenho nenhum receio. É uma coisa que eu amo fazer, sabe? Me envolvi profundamente com esse projeto, eu comecei porque quis, sabia de tudo que poderia acontecer e honestamente, eu não acho que corro esse risco de ter esse título eterno. Eu sou um grande fã do Raul, eu amo toda a obra dele e quis vivenciar esse momento agora, então estou tranquilo.

7) O que pode se esperar na apresentação aqui em Recife?
Muitas emoções! Pelo que eu já vi nos outros lugares por onde o espetáculo já passou, os fãs de verdade do Raul ficam muito felizes e emocionados por estarem vivenciando o momento. São nove músicos no palco e eu, tentamos reproduzir as músicas o mais parecido possível como a forma que ele fazia nos shows ao vivo. Espero de verdade que as pessoas gostem e fiquem emocionadas com o show.

Crédito: Anderson Xexa/ Divulgação

Crédito: Anderson Xexa/ Divulgação

8) Quais músicas vão fazer parte do musical?
O Raul tem mais de 400 canções gravadas, sabe? É complicado te garantir todas que vão estar na edição ai de Recife, porque a gente costuma mudar o setlist das apresentações pra poder apresentar de tudo um pouco. Eu sei que o show vai ter em torno de duas horas, vão ser algo próximo de 27 músicas apresentadas. Entre elas podem estar Maluco Beleza, Metamorfose Ambulante, Eu nasci a 10 mil anos atrás e Carimbador maluco.

9) Você já está com algum plano para o futuro?
Eu estou muito focado no Viva Raul. Eu espero poder trabalhar cada vez mais no musical, espero poder colocar sempre coisas novas nesse projeto. Eu acredito que muita coisa boa ainda vai rolar neste trabalho, não quero pensar em outra coisa, pelo menos por enquanto.

Author: Taís Machado

Share This Post On